1
Posted Outubro 31, 2016 by António de Sousa Pereira in |Notícias
 
 

Opel Insignia Grand Sport em Genebra

Mais elegante, leve e dinâmico. A nova geração do topo-de-gama da Opel está em fase final de desenvolvimento, anunciando-se como um automóvel totalmente novo, em que até o nome muda: a partir de Março, quando for lançado no Salão de Genebra, passará a chamar-se Insignia Grand Sport.

Para além da sua nova designação comercial, a Opel revelou algumas imagens da sua novel criação, ainda em testes dinâmicos, e por isso disfarçada sob a habitual camuflagem. Ainda assim, percebe-se que as linhas são de nova concepção, pautadas por uma elegância e dinamismo estilísticos distintos do actual Insignia.

Como se previa, a versão de três volumes e quatro portas deverá desaparecer da oferta, pelo que o arranque de comercialização será assegurado pela variante de cinco portas, depois chegando ao mercado a carrinha, provavelmente denominada Insignia Grand Tourer. Face ao actual Insignia, o Insignia Grand Sport estreia uma nova plataforma, crescendo 9 cm entre eixos, 5,5 cm em comprimento e 1 cm em largura, sendo 3 centímetros mais baixo –o que, decerto, se traduzirá num espaço habitável mais generoso, numa proporção bastante superior à do aumento das dimensões exteriores.

Vantagens decorrente da adopção de uma nova arquitectura é a considerável redução do peso: ao ser 175 kg mais leve, o Insignia Grand Sport dá, assim, resposta a uma das principais críticas formuladas ao actual Insignia. Algo que terá obrigatórias repercussões para o seu desempenho, em termos de eficiência (mormente ao nível dos consumos) como de eficácia (comportamento e prestações, entre outras).

Anunciada é, também,, a integração de várias tecnologias de topo, na que será uma das características mais vincadas do Insignia Grand Sport. E como a Opel garante que se mantém fiel à sua filosofia de que a mobilidade moderna e o progresso tecnológico deverão ser acessíveis ao maior número possível de pessoas, também pretende que este modelo possa constituir alternativa válida a proposta de outro nível de preço.


António de Sousa Pereira