CompararComparando ...

Bugatti Chiron Pur Sport: sonho custa três milhões… antes de impostos!

Artigo
Bugatti Chiron Pur Sport: sonho custa três milhões… antes de impostos!

O novo Chiron Pur Sport é mais uma realização da Bugatti capaz de fazer brilhar os olhos dos amantes dos automóveis, em geral, e dos desportivos, em particular. E confirma a estratégia da marca de Molsheim, de propor pequenas séries do seu único modelo, assim aumentando a respectiva exclusividade, desta feita apostando numa versão do seu hiperdesportivo sem compromissos, mais leve e com uma aerodinâmica revista, que lhe permita dispor de uma maior agilidade para melhor enfrentar os traçados mais sinuosos.

As alterações estilísticas também visaram o alcançar deste objectivo, provando-o, desde logo, as entradas de ar dianteiras de generosas dimensões, e a grelha em forma de ferradura também maior, assim como o novo splitter frontal, capaz de gerar mais força descendente, o mesmo acontecendo com a sobredimensionada asa traseira com 1,9 metros de largura (desta feita, fixa, com a supressão do sistema de elevação hidráulico a permitir poupar 10 kg no peso do conjunto) e com o difusor posterior. Ainda em destaque, as ponteiras de escape construídas em titânio impresso em 3D (o que lhes permite serem extremamente leves) e a opcional pintura bicolor exclusiva deste modelo, com a secção inferior a exibir fibra de carbono não pintada.

Referência especial para as jantes em magnésio com opcionais lâminas aerodinâmicas, responsáveis pela poupança de mais 16 kg. Dispostas circularmente, estas lâminas não so garantem a ventilação ideal, como optimizam a aerodinâmica, ao extraírem o ar para fora das jantes quando o Chiron Pur Sport está em movimento, assim evitando turbulência adversa nesta zona do veículo – a qual é ainda minimizada pela cobertura especial dos cubos das rodas. Os pneus Sport Cup 2, desenvolvidos especificamente para este modelo pela Michelin, são de medida 285/30R20 na frente, e 355/25R21 atrás, permitindo incrementar a aceleração lateral do veículo em 10%, graças a uma estrutura modificada e a um composto de borracha que lhes garante maior aderência.

O interior é, propositadamente, desportivo e simplista, reduzido ao mínimo para poupar no peso. As superfícies mais amplas são revestidas a Alcantara (contando, nos painéis interiores das portas, com padrões impressos a laser), tal como o volante e os bancos. De resto, todos as restantes aplicações e comandos são em alumínio anodizado ou titânio, ao passo que as costuras contrastantes visam conferir um ambiente ainda mais desportivo ao habitáculo.

Para garantir a superior competência do Chiron Pur Sport em curva, mas sem comprometer o conforto, os técnicos da Bugatti criaram uma nova afinação de châssis, com molas mais firmes 65% na frente e 33% atrás, uma nova programação do sistema de amortecimento pilotado e um camber reduzido em 2,5° face ao conhecido do Chiron “normal”. Para reduzir o rolamento em curva ao mínimo, foram adoptadas barras estabilizadoras em fibra de carbono em ambos os eixos.

Em termos de peso, o Chiron Pur Sport é 50 kg mais leve do que o Chiron, tendo visto o peso não suspenso ser reduzido em 19 kg. Neste particular, e como referido, 16 kg devem-se às novas jantes, a que há que juntar mais 2 kg garantidos pelos painéis das pastilhas de travão em titânio, e um 1kg proporcionado pelos discos de travão.

Também a transmissão foi ajustada ao propósito muito específico do Chiron Pur Sport, contando com uma relação final 15% mais curta e tendo todas as sete relações da caixa sido reconfiguradas e recalibradas, por forma a estarem mais próximas entre si e a garantirem um superior poder de aceleração à saída das curvas. Um trunfo que, juntamente com o limitador de regime do motor 8.0-W16 de 1500 cv e 1600 Nm, agora a intervir às 6900 rpm, isto é, 200 rpm mais tarde, permite que o Chiron Pur Sport seja quase 2,0 segundos mais rápido do que o Chiron na recuperação 60-120 km/h, e cerca de 40% mais célere em todas as retomas de velocidade. Quanto à velocidade máxima, passa a ser de “apenas” 350 km/h, em boa parte devido a massiva downforce gerada pelo novo defector traseiro.

Para bem tirar partido do seu potencial, para além dos conhecidos modos de condução EB, Motorway, Handling e Sport, o Chiron introduz um novo, denominado Sport+. Aqui, o controlo de tracção intervém significativamente mais tarde do que no modo Sport, de modo a permitir uma deriva de traseira mesmo em curvas rápidas aos condutores mais dotados e acrobáticos que assim o pretendam.

Por fim, os dados relativos a produção e comercialização. Tão sucintos quando impressionantes: o Chiron Pur Sport começará a ser fabricado no segundo semestre de 2020, numa série limitada a não mais do que 60 exemplares, cada qual custando três milhões de euros à saída de fábrica. Que é o mesmo que dizer, antes de impostos…

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

1 × 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.