CompararComparando ...

Campeonato Nacional de Velocidade de Angola prosseguiu em Luanda

Artigo
Campeonato Nacional de Velocidade de Angola prosseguiu em Luanda

O CNV de Angola continua a padecer de uma superior adesão - na terceira ronda, disputada no Autódromo de Luanda, apenas nove carrros à partida nos Turismos, e não mais do que três entre os Super Sport

O CNV de Angola continua a padecer de uma superior adesão – na terceira ronda, disputada no Autódromo de Luanda, apenas nove carrros à partida nos Turismos, e não mais do que três entre os Super Sport

O Autódromo de Luanda voltou a abrir portas no passado fim-de-semana, desta feita para acolher a terceira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade – infelizmente cada vez mais escassos em termos de participantes, com apenas nove carros inscritos na categoria de Turismoa, e não mais do que três na categoria Super Sport, nesta ronda.

Nos Turismos, a Pumangol, mais uma vez, chegou, viu e conquistou. Logo nos treinos cronometrados, Luis Fernandes, ao volante do seu “MegaHonda)” (um Renault Mégane equipado com um motor do Honda Civic Type-R) bateu toda a concorrência, ao conseguir a pole com um tempo de 1:48.528 – um novo recorde para a categoria no Autódromo de Luanda. Ainda na Classe A, o segundo posto foi para Rui Ferreira, também da Pumangol Racing Team, com 1:51.532, enquanto que, na Classe B, o mais rápido foi Carlos Mendonça, da GB Racing, que não teve opositores e registou 2:11.997 (Hugo Branquinho não esteve, desta feita, preeente, por se ter deslocado a Portugal para participar na prova do Circuito de Vila Real, onde, infelizmente, foi vítima de um acidente, ainda que sem gravidade).

Entre os Turismos, a Pumangol Racing Team dominou a seu belo prazer a terceira ronda do CNV de Angola, muito por culpa da extraordinária evolução do Renault Mégane equipado com um motor do Honda Civic Type-R, tripulado por Luis Fernandes

Entre os Turismos, a Pumangol Racing Team dominou a seu belo prazer a terceira ronda do CNV de Angola, muito por culpa da extraordinária evolução do Renault Mégane equipado com um motor do Honda Civic Type-R, tripulado por Luis Fernandes

Na corrida dos Turismos, a primeira manga teve como vencedor Luis Fernandes, seguido de Ramiro Barreira, com Francisco “Lili” Guedes a conquistar o lugar mais baixo do pódio. Na segunda manga, Luis Fernandes continuou imbatível, sendo, desta feita, secundado por Francisco “Lili” Guedes (que, finalmente, conseguiu rolar com o BMW sem problemas) e Rui Ferreira. Deste modo, a classificaçao final dos Turismos Class A ficou assim ordenada: 1º Luis Fernandes (Pumangol Racing Team – Renault Mégane); 2º Ramiro Barreira (R Racing Team – Honda Civic Type R); 3º Rui Ferreira (Pumangol Racing Team – Honda Civic Type R); 4º Francisco “Lili” Guedes (Team Polo Norte – BMW Serie 1); 5º Ricardo Almeida (Welwitcha Racing Team – Renault Clio); 6º Bruno Martins (Pumangol Racing Team – Honda Civic Type R); 7º Moura Fernandes (Neo Sport Racing – Honda Civic Type R); 8º Bruno Balça (SRT Speed Racing Team – Honda Civic Type R). Entre os Classe B, Carlos Mendonça (GB Racing – Hyundai Accent) foi, obviamente, o vencedor.

Na classe Super Sport, Florio Sousa, do Team Autogasosa Racing, foi o autor da pole, com o tempo de 1:33.221, não dando qualquer hipótese a Armando Guedes (Guebuza), que ficou em segundo com o tempo de 1:56.307. Na corrida, vitória para Ramiro Barreira (R Racing Team – Juno), seguido de Fiorio Sousa (Team Autogasosa Racing – Norma) e de Armando Guedes “Guebuza” (Team Autogasosa Racing – Radical S3).

Algumas notas de destaque relativamente à terceira jornada do Nacional de Velocidade angolano: Luis Fernandes, continua a evoluir o Renault Mégane (ex Luis Gonçalves, José Carlos Madaleno e Charlie Oscar), e de forma notória, conseguindo, nos treinos cronometrados, bater o record do Autodromo de Luanda para os Turismos; a ausência de pilotos na Classe B deixou Carlos Mendonça sem concorrência; Bruno Martins ainda continua a correr com o carro de reserve – para quando o novo?; ainda não foi desta que Francisco “Lili” Guedes conseguiu colocar no chão do autódromo todos os cavalos do seu BMW;R amiro Barreira continua a lutar nas duas Classes e a obter bons resultados.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

6 + 10 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.