CompararComparando ...

VW Passat Variant 2.0 TDI 150 cv Highline

Artigo
VW Passat Variant 2.0 TDI 150 cv Highline

Vis√£o geral
Marca:

VW

Modelo:

Passat Variant

Ano lançamento:

2015

Segmento:

Familiares médios

Pot. m√°x. (cv/rpm):

150/3500-4000

Vel. m√°x. (km/h):

218

0-100 km/h (s):

8,9

CO2 (g/km):

107

PVP (‚ā¨):

41 211/42 977

Gost√°mos

Habitabilidade, Capacidade da mala, Qualidade geral, Comportamemto, Consumos

A rever

Estética discreta e pouco inovadora, Posicionamento comercial

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sess√£o
Qualidade geral
9.0
Interior
9.0
Segurança
8.0
Motor e presta√ß√Ķes
7.0
Desempenho din√Ęmico
8.0
Consumos e emiss√Ķes
9.0
Conforto
8.0
Equipamento
8.0
Garantias
8.0
Preço
6.0
Se tem pressa...

A nova VW Passat Variant é a melhor carrinha do seu segmento. E a versão 2.0 TDI Highline de 150 cv uma das mais equilibradas da gama, capaz de enfrentar, sem complexos, as chamadas propostas premium da classe. Pena que a estética condicione a eficácia de tal confronto…

8.0
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this

 

Se, nos √ļltimos tempos, uma das tend√™ncias do mercado autom√≥vel (em particular na Europa) tem sido as chamadas marcas de prest√≠gio passarem a disputar um espa√ßo normalmente ocupado pelos construtores ditos generalistas (e, em boa parte dos casos, com assinal√°vel √™xito, adiante-se‚Ķ), tamb√©m h√° propostas que procuram executar o movimento oposto. Sendo a mais recente gera√ß√£o do VW Passat, porventura, o melhor exemplo disso mesmo, como bem o comprova a Passat Variant 2.0 TDI 150 cv aqui em an√°lise.

Em termos estritamente racionais, pode, at√©, afirmar-se que a carrinha germ√Ęnica s√≥ perde de forma evidente para essa concorr√™ncia a n√≠vel est√©tico – o que, contudo, est√° longe de ser de somenos. De facto, n√£o obstante assentar sobre uma nova plataforma (a c√©lebre MQB modular, que serve diversos modelos do Grupo VW), a sua imagem exterior √© pouco mais do que banal, assente em linhas tipicamente VW, e tipicamente Passat, que lhe n√£o permitem destacar-se, nem dos modelos premium, nem das suas gera√ß√Ķes anteriores.

Temos, assim, uma carrinha de dimens√Ķes generosas, que lhe conferem alguma impon√™ncia, senhora de uma apar√™ncia s√≥bria e elegante, mas pouco mais do que banal, que merecia uma maior distin√ß√£o estil√≠stica. E que, por isso, n√£o consegue, neste particular, ilustrar, quer a sua superioridade, enquanto produto, face aos seus rivais generalistas, quer a sua proximidade face √†s propostas de prest√≠gio.

O design pouco inspirado, demasiado na linha do das suas antecessoras, ser√° uma das maiores condicionantes para que a nova VW Passat Variant possa rivalizar, de facto, com os modelos premium da sua categoria

O design pouco inspirado, demasiado na linha do das suas antecessoras, ser√° uma das maiores condicionantes para que a nova VW Passat Variant possa rivalizar, de facto, com os modelos premium da sua categoria

√Č mais ou menos o que acontece no interior, por via da sua decora√ß√£o excessivamente austera e simplista, mas aqui com a vantagem de a superior qualidade dos materiais, da montagem e dos acabamentos contribuir decisivamente para o bom ambiente a bordo. Come√ßando a perceber-se a dist√Ęncia que separa a nova Passat Variant dos modelos generalistas, e o qu√£o √† vontade est√° na compara√ß√£o com os modelos premium desta categoria.

Dom√≠nio em que esta carrinha n√£o d√° hip√≥teses a qualquer concorrente √© o da habitabilidade e capacidade da bagageira. O espa√ßo interior √© por demais amplo, com os maiores elogios a irem para a traseira, que quase parece um sal√£o de festas, sendo o espa√ßo para pernas a√≠ dispon√≠vel capaz de ombrear (quando n√£o fazer corar de inveja‚Ķ) alguns modelos do segmento superior. Enc√≥mios merecem, ainda, o correcto posto de condu√ß√£o e os bancos com multiregula√ß√Ķes (el√©ctricas para o apoio lombar e inclina√ß√£o das costas) inclu√≠dos no n√≠vel de equipamento Highline.

Quanto √† mala, os 650 litros que oferece com os cinco lugares montados, ampli√°veis at√© um m√°ximo de 1780 litros mediante o rebatimento do banco traseiro, s√£o um argumento que falar√° por si. Esta √©, sem d√ļvida, uma carrinha em que a versatilidade de utiliza√ß√£o n√£o √© palavra v√£ (refer√™ncia para as alavancas que permitem rebater o banco traseiro a partir da pr√≥pria bagageira), e que n√£o se limita a oferecer apenas uma apar√™ncia mais din√Ęmica e jovial do que a berlina de que deriva.

A bagageira é, simplesmente, enorme, não dando qualquer hipótese à concorrência, seja ela qual for

A bagageira é, simplesmente, enorme, não dando qualquer hipótese à concorrência, seja ela qual for

Uma vez em marcha, a Passat Variant 2.0 TDI de 150 cv volta a exibir o argument√°rio j√° conhecido de outras vers√Ķes da nova gama Passat. O motor, sempre muito dispon√≠vel, n√£o ser√° t√£o poderoso quanto as suas vers√Ķes mais potentes, mas n√£o deixa de garantir presta√ß√Ķes de bom n√≠vel, e oferecendo ainda um funcionamento suave e mais linear e progressivo do que as suas deriva√ß√Ķes de 190 cv e 240 cv. De tal ordem que at√© pode ser combinado com uma caixa de velocidades de escalonamento propositadamente longo sem condicionar drasticamente o agrado de utiliza√ß√£o, e usufruindo, por via disso, de um trunfo de grande peso nos dias que correm: os consumos extremamente comedidos, especialmente em estrada a velocidades estabilizadas, sendo perfeitamente poss√≠vel registar m√©dias abaixo dos 6,0 l/100 km numa condu√ß√£o convencional, sem grandes sacrif√≠cios, e ficar abaixo dos 9,0 l/100 km quando se adoptam ritmos realmente empenhados.

Critic√°vel, nesta unidade motriz, s√≥ mesmo o seu proverbial ru√≠do de funcionamento, mais elevado do que o desej√°vel (em especial em carga e alta regime), que nem o √≥ptimo trabalho levado a cabo no cap√≠tulo da insonoriza√ß√£o consegue disfar√ßar por completo. Em compensa√ß√£o, a perda de peso registada pela nova Passat Variant contribui, a par do evolu√≠do ch√Ęssis, para um comportamento muit√≠ssimo equilibrado, marcado, acima de tudo, por uma condu√ß√£o f√°cil e deveras agrad√°vel. Mesmo com pneus pouco performantes, as reac√ß√Ķes s√£o sempre honestas e previs√≠veis, e o conforto de marcha uma refer√™ncia, pela efic√°cia com que a suspens√£o absorve a esmagadora maioria das irregularidades, mas sem, por isso, deixar de controlar devidamente os movimentos da carro√ßaria.

Por tudo isto, e voltando ao in√≠cio, a nova VW Passat Variant s√≥ pode ser considerada a melhor carrinha do seu segmento. Sendo t√£o boa que nem enjeita uma compara√ß√£o directa com os tais modelos premium sempre t√£o apetecidos, seja em que dom√≠nio for n√£o ‚Äď excep√ß√£o feita, reitere-se, √† est√©tica. Assim sendo, at√© os ‚ā¨41¬†211 pedidos por esta vers√£o 2.0 TDI Highline de 150 cv, que parecem pouco competitivos face √†s suas rivais generalistas, acabam por ser francamente apelativos quando comparados com o exigido pelas suas concorrentes de prest√≠gio, e mais ainda se quando se tem em conta um equipamento de s√©rie que, nessas suas putativas competidoras, custar√° muito dinheiro a adquirir. Resta que o senso comum interiorize aquilo que a l√≥gica j√° comprova ‚Äď mas isso j√° ser√° trabalho dos departamento de marketing e, qui√ß√°, dos designers‚Ķ

Dinamicamente, a Passat Variant 2.0 TDi de 150 cv conjuga um √≥ptimo conforto de marcha com um comportamento honesto, e boas presta√ß√Ķes com excelentes consumos - tudo contribuindo para uma condu√ß√£o f√°cil e muito agrad√°vel

Dinamicamente, a Passat Variant 2.0 TDi de 150 cv conjuga um √≥ptimo conforto de marcha com um comportamento honesto, e boas presta√ß√Ķes com excelentes consumos – tudo contribuindo para uma condu√ß√£o f√°cil e muito agrad√°vel

Airbag para condutor e passageiro (deslig√°vel)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Controlo electrónico de estabilidade
Sistema de detecção da fadiga
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixa√ß√Ķes Isofix
Assistente aos arranques em subida
Travão de estacionamento eléctrico
Ar condicionado automático trizona com regulação independente traseira
Computador de bordo
Bancos dianteiros com regulação em altura/lombar (electricamente para o condutor)
Bancos dianteiros aquecidos
Bancos em pele+Alcantara
Volante em pele regul√°vel em altura+profundidade
Volante multifun√ß√Ķes
Direcção com assistência eléctrica variável
Aplica√ß√Ķes em alum√≠nio escovado
R√°dio com leitor de CD/mp3+entradas USB/Aux/iPod
M√£os-livres Bluetooth
Vidros eléctricos FR/TR
Chave electrónica
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos
Retrovisor interior electrocrom√°tico
Cruise-control adaptativo+limitador de velocidade
Sensores de estacionamento dianteiros+traseiros
Sensor de luz+chuva
Faróis de nevoeiro
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Molduras das janelas cromadas
Barras de tejadilho cromadas
Rede separadora de carga

Pintura metalizada (‚ā¨570)
Sistema de navega√ß√£o Discovery Media (‚ā¨764)
Vidros escurecidos a 65% (‚ā¨286)
Retrovisores exteriores rebat√≠veis electricamente (‚ā¨146)

Qual é a sua reação?
Excelente
78%
Adoro
11%
Gosto
11%
Razoavel
0%
N√£o gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Coment√°rios
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

12 + 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.