CompararComparando ...

GFG Kangaroo: SUV desportivo eléctrico para dois com 480 cv

Artigo
GFG Kangaroo: SUV desportivo eléctrico para dois com 480 cv

A GFG, de Fabrizio Giugiaro, revelou o Kangaroo, protótipo de um SUV desportivo com dois lugares, tracção integral, direcção às quatro rodas e motorização exclusivamente eléctrica. A carroçaria de linhas futuristas destaca-se pela tecnologia de iluminação utilizada para as ópticas dianteiras, pelo deflector traseiro adaptativo, pelas jantes de 22” (revestidas por pneus Pirelli Scorpion de medida 285/45, especificamente desenvolvidos para este modelo) e por uma secção traseira em tudo semelhante à frontal, à excepção dos grupos ópticos.

O acesso ao habitáculo é feito através de portas de abertura em ângulo diedro, ao mesmo tempo que parte do tejadilho se eleva na vertical. Os dois bancos desportivos, com estrutura em carbono, prometem oferecer um elevado nível de conforto; o tablier é divido em duas partes por uma inserção em alumínio (a superior revestida a pele, a inferior revestida a Kult, um material de nova geração), incluindo três ecrãs, cada qual com a sua função; um para monitorizar o espaço em redor do veículo, funcionado como um sobredimensionado espelho retrovisor; o segundo, colocado defronte do volante, serve como painel de instrumentos; e o terceiro, instaldo na consola central, opera como comando do sistema de infoentretenimento.

A plataforma foi desenvolvida em colaboração com a CH Auto, sendo composta por um châssis do tipo space frame em alumínio e por uma carroçaria em fibra de carbono (com guarda-lamas em policarbonato, para ajudar a reduzir o peso). Neste domínio, destaque primeiro para o facto de serem ajustáveis tanto a altura ao solo (140 mm no modo de condução Racing, 160 mm no modo Road e 260 mm no modo Off-road) como o camber das rodas, que também pode adoptar três ângulos diferentes, para assegurar diferentes níveis de desportividade.

Com 4600 mm de comprimento, 2000 mm de largura, 1290 mm de altura e 2760 mm de distância entre eixos, o Kangaroo conta com suspensões em alumínio em ambos os eixos, em que o amortecedor convencional deu lugar a um sistema hidráulico ligado a um amortecedor de três vias totalmente ajustável – o que permite variar o grau de amortecimento e desconectar as duas molas montadas na estrutura do amortecedor (nos modos Racing e Road, o amortecedor trabalha somente com uma mola; no modo Off-road trabalha com as duas). Por seu turno, a direcção às quatro rodas garante uma grande capacidade de manobra mesmo, ao mesmo tempo que o splitter retráctil permite aumentar o ângulo de ataque.

Quanto à propulsão, o Kangaroo é animado por uma motorização eléctrica com 480 cv de potência e um binário máximo de 680 Nm, que lhe permite cumprir os 0-100 km/h em 3,8 segundos e alcançar uma velocidade máxima electricamente limitada a 250 km/h. A bateria com 90 kWh de capacidade será suficiente para garantir uma autonomia superior a 450 km.

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    17 − 3 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.