CompararComparando ...

Maserati “electrificada”: Ghibli híbrido e desportivo eléctrico a caminho

Artigo
Maserati “electrificada”: Ghibli híbrido e desportivo eléctrico a caminho

Ao mesmo tempo que anuncia um investimento de 5 mil milhões de euros em Itália (destinado ao desenvolvimento de novos modelos, à condução autónoma e à modernização das suas unidades fabris), e que os seus automóveis continuarão a ser integralmente concebidos, desenvolvidos e produzidos no seu país natal, a Maserati acaba de revelar ter intenções de, progressivamente, electrificar por completo a sua gama, seja a através de motorizações híbridas ou totalmente eléctricas. Ao mesmo tempo, a marca do Tridente garante que tal medida, apesar de trazer consigo substanciais inovações, não condicionará de modo algum as altas prestações que sempre caracterizaram as suas propostas, ou a respectiva dinâmica de condução, sendo que os modelos exclusivamente eléctricos que vier a lançar contarão que modos de condução únicos, uma autonomia alargada e carregamento ultrarrápido.

O primeiro Maserati electrificado será o Ghibli, que, a partir de 2020, passará a dispor de motorizações híbridas. Já o primeiro modelo 100% eléctrico da casa de Modena será o superdesportivo derivado do protótipo Alfieri, revelado no Salão de Genebra de 2014, que se espera chegue ao mercado em 2022, nas versões coupé e descapotável – à partida, trata-se dos substituos dos actuais GranTurismo e do GranCabrio, até porque a Maserati afirmar que os mesmos continuarão a fazer parte da sua gama, e que aos mesmo caberá papel importante na total electrificação da mesma.

Também confirmado está o lançamento de um SUV de porte mais contido do que o Levante, no qual a Maserati deposita grandes esperanças, e que, por isso, deverá assumir um inequívoco protagonismo nas suas vendas, até porque promete surpreender também no capítulo tecnológico. Está previsto um investimento de 800 milhões na construção da linha de fabrico onde o mesmo será produzido, a qual tem inauguração agendada para o final de 2020, para que ainda em 2021 da mesma comecem a sair as primeiras unidades pré-serie deste novo modelo.

Por fim, refira-se que estão, ainda, confirmados melhoramentos substanciais para os actuais Levante e Quattroporte. E que todas estas novidades fazem parte do plano do grupo FCA  para o período 2019-2021, que compreende o lançamento, entre as suas várias marcas, de treze modelos totalmente novos ou significativamente atualizados, e de versões electrificadas de 12 modelos novos ou já existentes, incluindo não só os referidos Maserati, como a recém-anunciada nova versão eléctrica do Fiat 500.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

5 × 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.