CompararComparando ...

Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve

Artigo
Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve

Visão geral
Marca:

Mazda

Modelo:

3

Versão:

HB 1.8 Skyactiv-D Evolve

Ano lançamento:

2019

Segmento:

Familiares compactos

Nº Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

1.8 Diesel

Pot. máx. (cv/rpm):

116/4000

Vel. máx. (km/h):

194

0-100 km/h (s):

10,3

Consumos (l/100 km):

4,9 (Combinado WLTP)

CO2 (g/km):

130 (Combinado WLTP)

PVP (€):

€30 305/€30 705 (Unidade testada)

Gostámos

Consumos, Qualidade geral, Estética apelativa, Habitabilidade, Comportamento eficaz e previsível

A rever

Motor a baixo regime, Prestações modestas

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sessão
Qualidade geral
8.0
Interior
7.0
Segurança
8.0
Motor e prestações
6.0
Desempenho dinâmico
8.0
Consumos e emissões
9.0
Conforto
8.0
Equipamento
8.0
Garantias
7.0
Preço
8.0
Se tem pressa...

Versão mais acessível da oferta Diesel da gama, o novo Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve faz prova evidente da substantiva evolução que regista em todos os domínios face ao seu antecessor, para se tornar numa das melhores propostas da sua classe. Pena o motor de 116 cv, extremamente económico, não ter capacidade para conferir um outro dinamismo à condução

7.7
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this
Velocidade máxima anunciada (km/h) 194
Acelerações (s)
0-100 km/h 10,5
0-400 m 17,3
0-1000 m 32,1
Recuperações 60-100 km/h (s)
Em 4ª 7,2
Em 5ª 9,6
Recuperações 80-120 km/h (s)
Em 5ª 10,4
Em 6ª 13,7
Distância de travagem
100-0 km/h 35,6
Consumos (l/100 km)
Estrada (80-100 km/h) 3,5
Auto-estrada (80-100 km/h) 5,4
Cidade 6,3
Média ponderada (*) 5,56
Autonomia média ponderada (km) 917
(60% cidade+20% estrada+20% AE)
Medidas interiores (mm)
Largura à frente 1440
Largura atrás 1360
Comprimento à frente 1090
Comprimento atrás 720
Altura à frente 980
Altura atrás 920

Com mais de seis milhões de unidades vendidas a nível global, cerca de um milhão das quais na Europa, o compacto da Mazda é um modelo determinante para o desempenho comercial da marca japonesa, em especial no Velho Continente. Reveste-se, assim, de particular importância a chegada de uma nova geração do modelo, aqui analisada em detalhe na forma do Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve, a mais acessível da suas declinações a gasóleo à venda em Portugal.

Por subjectiva que possa ser a apreciação estética de um automóvel, pelo peso que este factor sempre tem na escolha da esmagadora maioria dos consumidores, e mais ainda no caso em apreço, é imperioso dedicar especial atenção à aparência exterior do novo Mazda3. Tanto mais que é evidente que este foi um atributo em que a casa de Hiroshima muito apostou nesta nova geração do modelo, e pode mesmo afirmar-se estarmos em presença de uma das melhores realizações da famosa linguagem estilística que a Mazda denomina como Kodo Design.

Com linhas afiladas e acutilantes, que conferem ao modelo um visual extremamente apelativo, assente em formas simples e desprovidas de elementos desnecessários, o novo Mazda3 impõe-se pelo seu ar distinto e original, capaz de cativar olhares à primeira vista. Com o já de si bem conseguido resultado final a, seguramente, beneficiar de um porte mais “musculado” que lhe seja garantido por jantes e pneus de maiores dimensões, como acontece com as variantes mais equipadas.

O estilo foi, assumidamente, uma das principais preocupações da Mazda quando do desenvolvimento do seu novo compacto. E ainda bem!

O estilo foi, assumidamente, uma das principais preocupações da Mazda quando do desenvolvimento do seu novo compacto. E ainda bem!

A linha de tejadilho com acentuada quebra em direcção à traseira, que, indiscutivelmente, beneficia a aerodinâmica, e contribui de forma decisiva para uma silhueta tipo coupé, mas de todo favorece o acesso aos lugares posteriores ou a visibilidade para trás, acaba por ser a grande responsável pelos dois principais reparos que podem ser apontados ao interior. De resto, a habitabilidade é generosa tanto à frente como atrás, mesmo no que ao espaço para pernas diz respeito (ainda que quem ocupe o lugar central traseiro tenha que lidar com o túnel da transmissão, não usufruindo de tão grande desafogo), ao passo que a capacidade da mala também convence, embora o respectivo plano de carga seja algo elevado.

Ao mesmo tempo, o ambiente interior, ainda que dominado pelo preto, acaba por ser de nível superior, referencial, mesmo, para a classe, graças à elevada qualidade geral exibida, tanto em termos dos materiais utilizados, como dos respectivos acabamentos e montagem. Para um habitáculo deveras acolhedor concorrem, ainda, a uniformidade cromática, bem como a decoração sóbria, quase simplista, mas de uma simplicidade distinta, sendo a secção frontal dominada pelos informativos e muito legíveis painel de instrumentos e ecrã de generosas dimensões do sistema de infoentretenimento.

Neste particular, convém realçar que, para ser perfeita, a interacção com o sistema de bordo poderá demorar algum tempo, por exigir uma certa habituação, embora, depois de percebida a lógica do sistema, se conclua que existe muita informação e muitas funcionalidades – e que o acesso às mesmas nem é assim tão complicado. Quando tal acontece, estão, enfim, reunidas todas as condições para usufruir em pleno do novo Mazda3, até porque a posição de condução é muito correcta e acolhedora, também por via dos bancos cómodos e envolventes, assim como de uma ergonomia, globalmente, bastante correcta.

Qualidade, simplicidade, funcionalidade: o interior do novo Mazda3 é outra das suas principais qualidades, convencendo ainda pela habitabilidade oferecida

Qualidade, simplicidade, funcionalidade: o interior do novo Mazda3 é outra das suas principais qualidades, convencendo ainda pela habitabilidade oferecida

A animar o novo Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve está um quatro cilindros turbodiesel de 1759 cc, capaz de disponibilizar 116 cv de potência e um binário máximo de 270 Nm, constante entre as 1600-2600 rpm. Valores que estão longe de ser referenciais para a categoria, e que acabam por condicionar um pouco o agrado de condução do veículo, até porque esta unidade parece padecer como que de uma “dupla personalidade”, mostrando-se algo anémica a regimes inferiores aquele a que é atingido o binário máximo, e tornando-se muito mais disponível e responsiva a partir de então.

Significa isto que não só as prestações não são mais do que aceitáveis, como a utilização em cidade, ou em percursos com maiores variações de velocidade, obriga a recurso mais frequente à muito suave e precisa, se bem que não especialmente rápida, caixa manual de seis velocidades. Em jeito de compensação, este motor oferece não só um funcionamento silencioso e suave q.b., como, sobretudo, excelentes consumos, seja em que condições for, e mais ainda quando se circula a velocidades estabilizadas em estrada e auto-estrada – naturalmente, cumprindo os limites de velocidade impostos pela lei.

Digno de merecidos encómios é o comportamento dinâmico extremamente equilibrado, que, graças a reacções sempre bastante neutras e previsíveis, muito ajuda a tornar o Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve um automóvel deveras agradável de conduzir. Mesmo com uma afinação macia da suspensão, nitidamente adoptada para privilegiar o conforto (o que acaba por se confirmar na plenitude), e pneus de perfil relativamente elevado, estar ao volante do novo Mazda tende a ser tarefa bastante grata, com os condutores mais dinâmicos a poderem sucumbir à tentação de desligar por completo o controlo de tracção e estabilidade para desfrutar de uma outra emoção ao volante – a possível numa proposta de vocação nítida e assumidamente familiar.

Eficaz e extremamente confortável, o novo Mazda3 oferece uma condução tão fácil quanto agradável

Eficaz e extremamente confortável, o novo Mazda3 oferece uma condução tão fácil quanto agradável

E será sempre nessa perspectiva que este Mazda3 HB 1.8 Skyactiv-D Evolve terá de ser avaliado. E, quando assim é, são mais do que evidentes os seus atributos. Um modelo que, face ao seu antecessor, regista uma notória evolução em todas as áreas, assim como um substancial progresso qualititativo, com substancial destaque para o estilo original e convincente, para a qualidadde interior e para comportamento dinâmico.

O preço, esse, poderá não parecer, à primeira vista, o mais acessível do segmento nesta categoria, mas acaba por ser, de algum modo, compensado por uma qualidade de construção de topo, e por um equipamento de série bastante generoso. Cabendo, neste particular, nota especifica para a completa dotação de dispositivos de segurança, mormente de sistemas avançados de assistência à condução.

Motor
Tipo 4 cil. em linha Diesel, transv., diant.
Cilindrada (cc) 1759
Diâmetroxcurso (mm) 79,0x89,7
Taxa de compressão 14,8:1
Distribuição 2 v.e.c./16 válvulas
Potência máxima (cv/rpm) 116/4000
Binário máximo (Nm/rpm) 270/1600-2600
Alimentação injecção directa common-rail
Sobrealimentação Turbocompressor+intercooler
Dimensões exteriores
Comprimento/largura/altura (mm) 4460/1795/1435
Distância entre eixos (mm) 2725
Largura de vias fte/trás (mm) 1570/1580
Jantes – pneus 6 1/2Jx16″ – 205/60 (Yokohama BluEarth-GT)
Pesos e capacidades
Peso (kg) 1299
Relação peso/potência (kg/cv) 10,64
Capacidade da mala/depósito (l) 356-1026/51
Transmissão
Tracção dianteira
Caixa de velocidades manual de 6+m.a.
Direcção
Tipo cremalheira com assistência eléctrica
Diâmetro de viragem (m) 11,4
Travões
Dianteiros (ø mm) Discos ventilados (295)
Traseiros (ø mm) Discos maciços (265)
Suspensões
Dianteira Independente, tipo MacPherson
Traseira Eixo semi-rígido
Barra estabilizadora frente/trás sim/sim
Garantias
Garantia geral 3 anos ou 100 000 km
Garantia de pintura 3 anos
Garantia anti-corrosão 12 anos
Intervalos entre manutenções 30 000 km ou 24 meses

Airbag de duplo estágio para condutor e passageiro (desligável)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Airbag para os joelhos do condutor
Controlo electrónico de estabilidade
Travagem autónoma de emergência com alerta de colisão frontal e detecção de peões
Sistema de monitorização do ângulo morto
Alerta de atenção do condutor
Assistente à manutenção na faixa de rodagem
Sistema de leitura de sinais de trânsito
Assistente aos arranques em subida
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixações Isofix
Travão de estacionamento eléctrico
Alarme
Cruise control
adaptativo+limitador de velocidade
Ar condicionado automático
Computador de bordo
Banco traseiro rebatível 60/40
Volante em pele multifunções, regulável em altura+profundidade
Direcção assistida electricamente
Sistema de infoentretenimento com ecrã táctil de 8"+rádio+tomada USB
Mãos-livres Bluetooth
Sistema de navegação
Head-up display
Vidros eléctricos dianteiros+traseiros
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos+rebatíveis electricamente
Sensores de luz+chuva
Sensores de estacionamento traseiros
Faróis dianteiros por LED
Farolins traseiros por LED
Assistente de máximos
Jantes de liga leve de 16"
Kit de reparação de furos
Sistema de monitorização da pressão dos pneus

Pintura metalizada (€400)

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

13 − 11 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.