CompararComparando ...

Novo Citroën C5 Aircross em Paris. Também em versão híbrida plug-in

Artigo
Novo Citroën C5 Aircross em Paris. Também em versão híbrida plug-in

Prestes a comemorar o seu primeiro centenário, em 2019, a Citroën aposta forte na edição deste ano do Salão de Paris, onde exibirá a sua gama completa de modelos, já todos homologados segundo o novo protocolo WLTP,  mas em que a principal estrela será o novo C5 Aircross, tanto na sua configuração convencional, como na derivação hibrida plug-in, para já na forma de um protótipo denominado C5 Aircross Plug-In Hybrid Concept. Quando chegar ao mercado na sua versão definitiva, no início de 2020, esta será a proposta da marca do double chevron que inaugura a sua estratégia de contar com uma gama em que 80% dos seus membros contarão com variantes electrificadas até 2023, passando para 100% em 2025 – aqui se incluindo motorizações híbridas, híbridas plug-in e totalmente eléctricas, a lançar ao ritmo de pelo menos uma por ano.

Com 4,5 metros de comprimento, e dotado dos conhecidos Airbump, de rodas de generosas dimensões e de uma distância ao solo de 230 mm, o novo C5 Aircross começa por um exibir visual dinâmico e apelativo, e capaz de transmitir a desejada noção de polivalência. E que, para mais, será passível de múltiplas possibilidades de personalização, patentes nas trinta combinações exteriores associadas a sete cores de carroçaria, ao opcional tejadilho bicolor e a três packs de cor, compostos por inserções coloridas no pára-choques dianteiro, nos Airbump na zona inferior das portas dianteiras e nas barras de tejadilho.

Para o interior estão disponíveis cinco ambientes interiores, mas, aqui, os atributos mais decisivos serão, porventura, uma habitabilidade anunciada como generosa, uma modularidade referencial para a classe (assegurada pelos três bancos traseiros individuais, escamotáveis e reguláveis longitudinalmente e em inclinação) e a maior bagageira da classe, com uma capacidade que varia entre 580 litros e 720 litros. O conforto, como não poderia deixar de ser, é outras das apostas da Citroën para o C5 Aircross, comprovando-o, desde logo, o recurso às suspensões equipadas com os enaltecidos batentes hidráulicos progressivos estreados no novo C4 Cactus.

Presença de destaque no habitáculo marca, ainda, o painel de instrumentos digital de 12,3’’ e o ecrã táctil capacitivo de 8’’ do sistema de infoentretenimento. Contando com duas dezenas de sistemas de assistência à condução, entre os quais o Highway Driver Assist, dispositivo de condução autónoma de nível 2, o novo SUV francês será disponibilizado, numa fase inicial, com vários motores a gasolina e Diesel, com potências que variam entre 130 cv e 180 cv, e com a nova caixa automática de oito relações.

Já no C5 Aircross Plug-In Hybrid Concept, além da decoração especifica, e das informações e menus específicos do sistema de infoentretenimento relacionados com a sua motorização, o principal motivo de interesse residirá, sem dúvida, no grupo motopropulsor híbrido plug-in composto pelo motor 1.6 PureTech a gasolina de 180 cv, por um motor eléctrico de 109 cv e 337 Nm colocado entre o motor térmica e a caixa de automática e-EAT8 de oito velocidades, e por uma bateria de iões de lítio a 200 Volt com 13,2 kWh de capacidade. Com tracção dianteira e um rendimento combinado de 225 cv, o prótitpo do futuro SUV híbrido da Citroën promete ser capaz de circular até 50 km no modo totalmente eléctrico (em que a velocidade máxima permitida é de 130 km/h), com o carregamento da bateria a demorar entre quatro horas (numa tomada de 14 A) e oito horas, ou apenas duas horas numa Wallbox de 32 A.

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    16 − 3 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.