CompararComparando ...

Novo DS 3 Crossback estreia-se em Paris. Versão eléctrica em 2019

Artigo
Novo DS 3 Crossback estreia-se em Paris. Versão eléctrica em 2019

Combinar luxo, requinte e distinção num SUV compacto será o principal objetivo da divisão de luxo do grupo PSA com o novo DS 3 Crossback, que tem estreia oficial em público marcada já para Outubro, no Salão de Paris. Com 4118 mm de comprimento, 1791 mm de largura, 1534 mm de altura e uma distância entre eixos de 2558 mm, e dotado de jantes de 18” e altura ao solo sobreelevada, o modelo aposta forte na imagem exterior original e diferenciadora, dominada pela conhecida grelha DS Wings da marca gaulesa, pelas luzes diurnas por LED verticais em pérola (oriundas do protótipo DS E-Tense), pelas ópticas por matriz de LED, pelo capot horizontal de generosas dimensões e pelos farolins traseiros de perfil reduzido, unidos pela designação Crossback – existindo ainda assinaturas específicas no capot, na zona das embaladeiras e nos motivos dianteiros e traseiros, em metal brilhante, acetinado ou preto texturizado.

Característica determinante do DS 3 Crossback são, ainda, alguns atributos invulgares, para mais a este nível, como os injectores dos limpa-vidros invisíveis; os puxadores das portas embutidos, à face das portas, provenientes do concept DS X E-Tense, que se destacam automaticamente sempre que a chave electrónica se aproxima a menos de um raio de 1,5 metros do veiculo; o deflector tipo barbatana de tubarão; ou o tejadilho sem antena visível. Como é já quase “obrigatório” nesta classe, as possibilidades de personalização são outro argumento a ter em conta: mais de duas mil, garantidas pelo tejadilho de cor distinta da da carroçaria (para o qual estão disponíveis três tonalidades), pelas dez cores exteriores e pelos dez tipos de jantes, entre vários outros elementos seleccionáveis pelo cliente.

O interior segue o mesmo caminho, oferecendo cinco ambientes distintos: Montmartre, Bastille, Performance Line, Rivoli e Opera, a que se junta, na edição limitada de lançamento, o La Première. Cada qual define o habitáculo através de elementos como os revestimentos em couro granulado, pele de grão integral ou Alcantara; os pespontos em pérola ou diamantados; o padrão trançado; o volante integralmente em pele de grão integral; ou as aplicações metálicas com tratamento ondeado entrelaçado, entre outros. Uma palavra para a bagageira, que anuncia 3450 litros de capacidade.

Na base do DS3 Crossback está a nova plataforma CMP da PSA, em que, numa primeira fase, serão instalados os motores PureTech de três cilindros e 1,2 litros, assim como os Diesel BlueHDI de quatro cilindros em linha. No primeir caso, estarão disponíveis as versões de 100 cv, de 130 cv e a nova variante de 155 cv da unidade a gasolina, neste último caso em comnjugação com a caixa automática de oito velocidades, ao passo que na gama Diesel serão propostas as derivações de 100 cv e 130 cv.

Ainda assim, neste particular, a grande novidade é mesmo o DS 3 Crossback E-Tense, a versão totalmente eléctrica da família, a lançar no segundo semestre de 2019 e animada por um motor de 136 cv e 260 Nm, apto a permitir ao modelo cumprir os 0-100 km/h em 8,7 segundos. Capaz de garantir uma autonomia máxima de 300 km no ciclo WLTP (450 km segundo a norma NEDC), a bateria de iões de lítio com 50 kWh de capacidade pode ser totalmente recarregada em cinco horas numa Wallbox trifásica de 11 kW, ou recuperar 80% da sua carga em 30 minutos num carregador público de 100 kW – não tendo sido divulgados os tempos de recarga para uma tomada de corrente doméstica.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    3 × 1 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.