CompararComparando ...

Novo Peugeot 308 chega no Verão com duas versões híbridas plug-in

Artigo
Novo Peugeot 308 chega no Verão com duas versões híbridas plug-in

A Peugeot acaba de revelar a nova geração do 308, primeira proposta da marca do leão a exibir o seu novo logótipo, recém-criado para ilustrar a renovada identidade do construtor gaulês (saiba mais aqui https://www.absolute-motors.com/peugeot-estreia-novo-logotipo/). Aliás, o visual exterior é mesmo um dos grandes atributos, e uma das principais novidades, do modelo, tanto pela forma como rompe com o seu antecessor neste particular, como pelos benefícios que acarreta no plano da eficácia aerodinâmica (Cx de 0,28).

Logo num primeiro olhar, é notória a proximidade do novo 308 com as mais recentes criações da marca de Sochahux, nomeadamente o 508, no que à linguagem de design diz respeito. Não significa isso, contudo, que não possua a sua própria personalidade, assegurada por formas modernas, que lhe conferem um porte elegante e dinâmico, com um inegável toque de desportividade e agressividade.

Referência, nesta matéria, para a colocação do logótipo da Peugeot nos guarda-almas dianteiros e na grelha frontal de novo desenho e padrão inédito; para ao afilados grupos ópticos dianteiros (por LED em todas as versões, e ainda mais finos e por matriz de LED nos níveis de equipamento GT e GT Pack), onde se integram as luzes diurnas verticais em forma de garra, que se prolongam pelo para-choques; para a linha descendente do tejadilho, que termina num pronunciado deflector; e para os marcantes farolins traseiros, também por LED em todas as versões, e exibindo a já tradicional assinatura visual da marca. Interessante, o facto de o sensor de radar destinado a servir os sistemas avançados de assistência à condução estar oculto por detrás do logótipo frontal, o que obrigou a que na construção do mesmo fosse utilizado índio (elemento compatível com as ondas de radar), passando a placa de matrícula dianteira a estar colocada na base do para-choques.

Com 4367 mm de comprimento, 1852 mm de largura e 1444 mm de altura, para uma distância entre eixos de 2675 mm, o novo 308 cresceu, face ao seu antecessor, 110 mm em comprimento, 48 mm em largura e 55 mm entre eixos, adoptando o para-brisas uma posição mais inclinada e recuada, para favorecer o estilo e a aerodinâmica. Daqui resultará, certamente, uma melhoria em termos de habitabilidade, embora a bagageira tenha visto a sua capacidade ser reduzida de 420 litros para 412 litros (com o banco traseiro rebatido, o volume da mesma passa de 1228 litros para 1323 litros).

A dominar o interior, co, iluminação ambiente por LED (oito cores disponíveis)está, como não poderia deixar de ser, a mais recente evolução do célebre i-Cockpit, que agora inclui um compacto volante multifunções (com sensores que detectam as mãos do condutor sobre o mesmo, para quando estão a ser utilizados os auxiliares de condução, e opcionalmente disponível com função de aquecimento); um painel de instrumentos totalmente digital e configurável de 10” (de série a partir do nível Active Pack, e com efeito tridimensional no nível GT); e o sistema de infoentretenimento i-Connect, que nas versões mais equipadas oferece um ecrã táctil de 10”, colocado em posição ligeiramente mais baixa do que a do painel de instrumentos – incluindo, ainda, funcionalidades como as ligações AppleCarplay e Android Auto sem fios, oito perfis configuráveis e assistente virtual “OK Peufeot” com comandos vocais. O tablier conta com saídas de ventilação posicionadas em frente das cabeças dos ocupantes, para maior conforto dos ocupantes, e com botões virtuais sensíveis ao toque, totalmente configuráveis, em substituição do painel de comando da climatização, a partir do nível de equipamento Allure. Ao passo que na consola central destacam-se o novo comando da caixa automática por impulsos (com dois botões Ium para a selecção das funções “R”, “N” e “D”, o outro para as funções “P” e “M”) as duas tomadas USB-C e os diveros espaços de arrumação.

No capítulo dos auxiliares de condução, e em função dos níveis de equipamento, o novo 308 pode dispor de soluções como o cruise control adaptativo (com função stop&go nas variantes de caixa automática); travagem autónoma de emergência com alerta de colisão frontal e detecção de peões e ciclistas, de dias como de noite, entre os 7-140 km/h; assistente activo à manutenção na faixa de rodagem; alerta de atenção do condutor; assistente de máximos; siste,a de leitura de sinais de trânsito; alarme; monitorização do ângulo morto até 5 m; alerta de tráfego cruzado pela traseira; câmara panorâmica de 360°; e travão de estacionamento elétrico (este último de série em todas as versões). A partir do final do ano será disponibilizado o pack Drive Assist 2.0, que adiciona duas novas funções para vias com duas ou mais faixas de rodagem: mudança semi-automática de faixa (sugere ao condutor a ultrapassagem do veículo imediatamente à sua frente, propondo, de seguida, o regresso à faixa original, podendo operar entre os 70-180 km/h); e adaptação da velocidade em curva (otimiza a velocidade em função do ângulo da curva, estando disponível até aos 180 km/h).

Já na gama de motorizações, o destaque principal vai para as duas novas opções híbridas plug-in. O 308 Hybrid 225 conjuga o motor 1.6 PureTech de 180 cv e 250 Nm com um motor eléctrico de 110 cv e 320 Nm e a caixa automática de oito velocidades, para um rendimento combinado de 225 cv e 360 Nm, garantindo a bateria de iões de lítio com 12,4 kWh de capacidade uma autonomia de 59 km em modo totalmente eéctrico. No caso do 308 Hybrid 180, a principal diferença reside na potência debitada pelo motor a gasolina, que é de 150 cv, daqui resultando uma potência combinada de 180 cv e uma autonomia eléctrica de 60 km. O carregador de bordo proposto de série é de 3,7 kW (7,4 kW em opção), sendo os tempos de recarga de 1h55m numa Wallbox com o carregador de 7,4 kW; de 3h50m numa tomada reforçada de 16 A; e de 7h05m numa toma convencional de 8 A.

A oferta completa-se com três opções térmicas, duas a gasolina, e uma a gasóleo: 1.2 PureTech de 110 cv (caixa manual de seis velocidades); 1.2 PureTech de 130 cv (caixa manual de seis velocidades ou automática de oito relações); e 1.5 BlueHDi de 130 cv (caixa manual de seis velocidades ou automática de oito relações). A chegada ao mercado do novo 30 está prevista para o segundo semestre deste ano.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
100%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

7 − 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.