CompararComparando ...

Peugeot 108

Artigo
Peugeot 108

A segunda geração do citadino da Peugeot, fruto da aliança do Grupo PSA com a Toyota, já está à venda no nosso país. Apesar do nome passar de 107 para 108, a plataforma mantém-se, ainda que tenha havido imensas evoluções nos mais variados campos e esteja 45 mm mais comprido e 29 mm mais largo. O aumento das dimensões exteriores tem como mais-valia um aumento significativo na capacidade da bagageira, que passou de uns exíguos 131 litros para uns bastante úteis 227 litros.

A imagem do 108 surge mais sofisticada face ao seu antecessor e mais afastada do C1 e do Aygo. Mantém as rodas colocadas nos extremos da carroçaria e o portão traseiro em vidro. Inédita é a versão com tejadilho em lona, que pode ser recolhida em apenas nove segundos, até uma velocidade de 120 km/h.

Para tentar marcar uma posição ousada, o 108 oferece várias hipóteses de personalização, que passam pela combinação de duas cores exteriores, e pelos sete temas diferentes, que se distinguem pela colocação de autocolantes na carroçaria, pelas capas dos espelhos retrovisores, ou pela faixa central do tablier. Os preço dos pacotes de personalização varia entre os 390 e os 965 euros. A juntar a isto, há ainda três decorações diferentes para o interior, que se aplicam na consola central e painel de instrumentos.

Ainda no habitáculo, destaque para o ecrã táctil de 7″, que controla o sistema multimédia, o telefone, os parâmetros do automóvel e ainda inclui a função “Mirror Screen”, que não é nada mais que um espelho do que aparece no ecrã do seu smartphone. De série no nível Allure, pode ser incluído no nível Active por 350 euros.

O novo 108 está disponível com duas motorizações de três cilindros a gasolina. O acesso à gama faz-se pelo motor 1.0 de 68 cv, que tem ainda uma versão e-VTi, que se distingue pela presença do sistema stop/start. Os mais exigentes poderão optar pelo bloco 1.2 com 82 cv. A versão sem stop/start do motor 1.0 pode ser associada a uma caixa robotizada de cinco velocidades.

Em Portugal, o 108 apenas estará disponível nas versões Active e Allure. O primeiro oferece, de série, ar condicionado manual, ESP e bluetooth. O segundo acrescenta jantes de liga leve de 15″, ecrã táctil de 7″, limitador de velocidade, volante e punho da caixa de velocidades forrados a couro.

Os preços do 108 começam nos 11 700 euros, que dão acesso à carroçaria de três portas, na versão 1.0 VTi Active, com caixa manual de cinco velocidades. As versões de cinco portas custam sempre mais 320 euros face às de três portas. A versão de caixa robotizada, apenas disponível na carroçaria de cinco portas, começa nos 12 770 euros. Por menos 12 270 euros tem acesso à versão e-VTi, que também só existe na configuração de cinco portas. A versão mais equipada, Allure, começa nos 12 650 euros do motor 1.0, com carroçaria de três portas. Por 13 100 euros poderá ter o bloco 1.2, apenas associada ao nível mais equipado. Quem quiser a capota de lona terá de investir 12 900 euros para chegar à versão 1.0 VTi de três portas.

[toggle_box title=”Ficha Técnica” width=”Width of toggle box”]

Peugeot108 1.0 VTi108 1.2 PureTech
Motor3 cil., longit., diant.3 cil., longit., diant.
Cilindrada (cc)9981199
Pot. Máx. (cv/rpm)68/600082/5750
Bin. Máx. (Nm/rpm)95,5/4800116/2750
Vel máx. (km/h)157170
0-100 km/h14,311,0
Consumos (l/100 km)
Extra-urb./comb./urb.3,6/4,1/5,03,7/4,3/5,4
Emissões de CO2 (g/km)9599
Preço (€)11 70013 100
Em Portugal

[/toggle_box]

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
João Botelho
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    10 + 7 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.