CompararComparando ...

Renovado Peugeot 3008 já é oficial. Chega no final do ano

Artigo
Renovado Peugeot 3008 já é oficial. Chega no final do ano

A Peugeot decidiu ser chegada a altura de operar uma significativa actualização no 3008, modelo que, na presente geração, a segunda do seu historial, conta com quatro anos de carreira e cerca de 800 mil unidades produzidas. Disponível no mercado lá mais para o final do ano, o remodelado SUV de médio porte da marca do leão conta com uma estética revista, interiores melhorados, novos conteúdos tecnológicos e, ainda, com a nova estrutura comercial da gama do fabricante gaulês, estreada no 308 e composta por três níveis de acabamentos, a cada qual sendo possível adicionar um pacote de equipamento específico.

A frente redesenhada será, porventura, o principal elemento distintivo do renovado 3008 no plano estilístico, aqui se destacando a nova grelha sem moldura (com formato especifico nas versões GT e GT Pack); as ópticas de novo desenho, por LED em todas as versões e com luzes diurnas em formato de “garra” (com luzes de curva nas versões GT e GT Pack); e o emblema 3008 no extremo do capot. Referência, ainda, para os farolins escurecidos integralmente por LED, com efeito tridimensional e piscas dinâmicos; e para as novas jantes de 19” incluídas no nível GT Pack.

Ao mesmo tempo, e a par de uma nova paleta de cores exteriores, o 3008 passa a disponibilizar uma inédita opção, denominada “Black Pack”, para os níveis GT e GT Pack – como o seu próprio nome indica, composta por vários elementos escurecidos. É o caso da grelha e do leão em cromado escuro; dos emblemas 3008, GT e Peugeot, e das barras de tejadilho, em preto acetinado; dos embelezadores dos guarda-lamas dianteiros e do tejadilho, do deflector traseiro e do rebordo do pára-choques traseiro em preto brilhante; e das jantes de 19” específicas em preto.

No interior, o principal destaque vai para a mais recente evolução do i-Cockpit, composto por um painel de instrumentos totalmente digital e personalizável de 12,3”, e pelo novo ecrã táctil de 10” do sistema de infoentretenimento. Ainda no habitáculo, menção para os novos bancos, com revestimentos mais nobres; para o retrovisor interior sem moldura nas versões GT e GT pack; para a inclusão de duas tomadas USB nos lugares traseiros; e para o novo sistema de som Focal com 515 Watt de potência, disponível em opção.

Incluindo um amplo leque de sistemas avançados de assistência à condução de última geração, o 3008 continua a ter por base a plataforma modular EMP2 do Grupo PSA, capaz de albergar tanto motores térmicos, a gasolina e Diesel, como duas motorizações hibridas plug-in, uma com tracção dianteira, outra com tracção total, mas ambas combinadas com uma suspensão posterior do tipo multilink. Sendo que a oferta, no que aos motores de combustão interna diz respeito, inclui duas unidades com a mesma potência, conjugadas de série com uma caixa manual de seis velocidades, e opcionalmente disponíveis com caixa automática de oito velocidades: 1.2 PureTech a gasolina de três cilindros, com 130 cv e 230 Nm; e 1.5 BlueHDi a gasóleo de quatro cilindros, com 130 cv e 300 Nm. Nalguns mercados, o modelo pode ainda montar o motor 1.6 PureTech de 180 cv e 250 Nm.

Quanto às opções híbridas, recorrem a uma bateria de iões de lítio com 13,2 kWh de capacidade, que, com o carregador de bordo monofásico de 3,7 kW incluído de série, pode ser recarregada em 7h00 numa tomada de corrente doméstica a 8 A, ou em 4h00 numa tomada de corrente a 16 A. Opcionalmemte é proposto um carregador de bordo de 7,4 kW, que permite que esta operação seja realizada em 1h45m quando ligado o veículo a uma Wallbox.

Mecanicamente, o 3008 HYbrid de tracção dianteira combina o motor 1.6 PureTech de 180 cv e 300 Nm com um motor eléctrico de 110 cv e 320 cv acoplado à caixa de velocidades automática, anunciando um rendimento combinado de 225 cv e 360 Nm, 8,7 segundos nos 0-100 km/h, 225 km/h de velocidade máxima, 56 km de autonomia eléctrica, emissões de CO2 desde 30 g/km e um consumo médio desde 1,3 l/100 km. Já no 3008 HYbrid de tracção às quatro rodas o motor 1.6 PureTech de 200 cv e 300 Nm alia-se a um motor eléctrico de 110 cv e 320 cv acoplado à caixa de velocidades automática, e a um segundo motor eléctrico de 113 cv e 166 Nm instalado no eixo traseiro, para um rendimento combinado de 300 cv e 520 Nm, o que lhe permite anunciar 5,9 segundos nos 0-100 km/h, 235 km/h de velocidade máxima, 59 km de autonomia eléctrica, emissões de CO2 desde 29 g/km e um consumo médio desde 1,2 l/100 km.

De referir que todos os novos 3008 com motor térmico e caixa automática contam, de série, com um selector de modos de condução na consola central, com as opções Normal, Sport e Eco. Por sua vez, as versões híbridas plug-in oferecem os modos de condução Eletric (seleccionada por omissão no arranque), Hybrid e Sport, a que se junta, no 3008 HYbrid4, o modo 4WD, também disponível em modo eléctrico.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

16 − 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.