CompararComparando ...

Chega ao fim o CARR 2014… e a edição 2015 já mexe!

Artigo
Chega ao fim o CARR 2014… e a edição 2015 já mexe!

Já terminou o CARR 2014, terceira edição do campeonato angolano de rali/raid. O calendário definido no início da temporada foi integralmente cumprido, e sem quaisquer alterações de datas, voltando o todo-o-terreno a ser a modalidade, entre os desportos motorizados, com maior número de praticantes em Angola.

Ao longo das suas oito jornadas, que se disputaram em seis províncias (Luanda, Namibe, Huila, Huambo, Benguela e Kwanza Sul), pela edição de 2014 do CARR passaram cerca de 80 pilotos, entre primeiros e segundos condutores, oriundos das províncias de Luanda, Namibe, Huíla, Huambo, Benguela e Kwanza Sul. É ainda de registar a estreia de muitas viaturas novas (das motos aos jipes, passando pelos UTVs) e a forte cobertura que foi dado a este campeonato pela comunicação social – sejas nas estações de televisão, nos jornais ou nos sites (entre os quais se inclui a Absolute Motors). De enorme significado, também, a participação do Team Angola, composto por dez pilotos, na Baja de Portalegre, prova a contar para a Taça do Mundo de Todo-o-Terreno; e a participação de Rómulo Branco no Campeonato de Portugal de TT com a bandeira de Angola.

Para os anais, ficam os campeões de 2014: Henrique Vu (Classe M); Rui Cunha (Classe Q); Sandro Dias (Classe TT – Condutor); Dário Guerreiro (Classe TT – Segundo Condutor); Fábio Brunido (Classe E1); José Roxo (Classe E2). Todos eles serão devidamente homenageados na gala de entrega dos troféus, a realizar a 16 de Janeiro.

Entretanto, a organização do CARR também já deu a conhecer o calendário provisório para 2015, que aguarda apenas a confirmação da data da prova a realizar na província do Bié. O regulamento definitivo deverá ser apresentado apenas em Janeiro, mas é já certo que, no próximo ano, o campeonato apresentará como novidades o facto de todas as provas contarem para a pontuação final (não há resultados para deitar fora); e as classes E1 e E2 ficarem unidas numa só classe E, Já a classe TT manterá o actual figurino, podendo declinar nas classes TT1 e TT2 em 2016, caso, entretanto, cheguem a Angola novas máquinas que o justifiquem.

É a seguinte a ordenação das provas previstas para o CARR 2016: Rali TT Namibe (7-8 de Março); Rali TT Luanda (11-12 de Abril); Rali TT Quilengues (2-3 de Maio); Rali TT Benqguela (20-21 de Junho); 2 Horas TT do Longa (25-26 de Julho); Rali TT Lobito (29-30 de Agosto); Rali TT Kuito-Bié (3-4 de Outubro); e Grande Rali TT Kwanza Sul (30-31 de Outubro/1-2 de Novembro).

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

20 + 11 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.