CompararComparando ...

Ford Focus SW 1.5 EcoBoost 150 cv Vignale

Artigo
Ford Focus SW 1.5 EcoBoost 150 cv Vignale

Visão geral
Marca:

Ford

Modelo:

Focus SW

Versão:

1.5 EcoBoost 150 cv Vignale

Ano lançamento:

2018

Segmento:

Familiares compactos

Nº Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

1.5 Turbo

Pot. máx. (cv/rpm):

150/6000

Vel. máx. (km/h):

208

0-100 km/h (s):

9,0

Consumos (l/100 km):

4,8/5,7/7,2 (Extra-urbano/Combinado/Urbano)

CO2 (g/km):

129

PVP (€):

24 470/28 104 (Unidade testada)

Gostámos

Comportamento dinâmico, Suspensão, Direcção, Habitabilidade, Requinte interior, Posicionamento comercial

A rever

Ausência de modo de condução personalizável, Pormenores de ergonomia

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sessão
Qualidade geral
7.0
Interior
8.0
Segurança
8.0
Motor e prestações
7.0
Desempenho dinâmico
10
Consumos e emissões
9.0
Conforto
8.0
Equipamento
9.0
Garantias
7.0
Preço
7.0
Se tem pressa...

Com o seu exclusivo motor 1.5 EcoBoost de 150 cv, a nova Focus SW Vignale impõe-se pelo estilo, pela habitabilidade, pelo requinte, pelo agrado de utilização e confirma toda a excelência do melhor châssis do momento no seu segmento, garantindo um prazer de condução difícil de igualar a este nível

8.0
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this

Num mundo cada vez mais repleto de SUV, uma bonita (e boa!) carrinha passou a ser quase uma lufada de ar fresco no mercado. A asserção aplica-se plenamente à mais recente proposta lançada pela Ford neste domínio, aqui avaliada numa das suas variantes mais dotadas: a nova Focus SW 1.5 EcoBoost 150 cv Vignale, que sob o capot monta o motor 1.5 EcoBoost de 150 cv, só possível de combinar com o mais refinado nível de equipamento da gama. Significa isto que é possível adquirir uma Focus SW com acabamentos Vignale animada por outros motores, não o conjugar este motor em concreto com outros níveis de equipamento.

Comum a todas as derivações da nova Focus SW é o seu porte mais distinto e familiar do que o da variante hatchback, como seria de esperar, e cujo elemento mais distintivo é uma traseira ainda mais bem conseguida do que no dois volumes e meio, que confere a esta carrinha uma pose mais elegante, mas não pouco dinâmica, e com um certo toque daquela agressividade característica de um design que faz desta a geração a visualmente mais apelativa e convincente de sempre do familiar compacto da marca da oval azul. Específicos das versões Vignale são os pára-choques, as saias laterais e os logótipos identificativos deste nível de equipamento aplicados nos guarda-lamas dianteiros, tudo concorrendo para um visual um pouco mais exclusivo.

Mais comprida do que a sua antecessora 112 mm, para um total de 4468 mm, a nova Focus SW, tal como a berlina da família, oferece uma habitabilidade de referência, que garante a todos os ocupantes uma apreciável liberdade de movimentos, merecendo especial destaque o espaço para pernas traseiro, que permite viajar no banco posterior com grande comodidade. Atributo fundamental do modelo, para mais tratando-se de uma carrinha, a generosa bagageira, com 608 litros de capacidade com os cinco lugares montados, ampliáveis até uns expressivos 1653 litros mediante o rebatimento assimétrico do banco traseiro – uma das maiores da classe, que, além do mais, conta com um bom acesso, um piso duplo dobrável e ainda patilhas para rebatimento do banco posterior.

A mais recente geração do familiar compacto da Ford é a visualmente mais atraente do seu historial, e a traseira da nova Focus SW consegue ser ainda mais apelativa do que a da versão hatchback

A mais recente geração do familiar compacto da Ford é a visualmente mais atraente do seu historial, e a traseira da nova Focus SW consegue ser ainda mais apelativa do que a da versão hatchback

Vantagem evidente da versão Vignale face às restantes disponíveis na gama do novo Focus é o agrado interior. Aqui, uma escolha de materiais que progrediu face à geração anterior, mas ainda fica aquém dos melhores exemplos da classe, é bastamente sublimada pelo recurso a algumas soluções de inequívoca nobreza, de acordo com a filosofia Vignale, como seja o amplo revestimento interior a pele perfurada de elevada qualidade, com duplos pespontos de cor contrastante e padrão exclusivo, o qual acaba por ser, sem dúvida, uma das principais motivações (e justificações) para optar-se por esta versão mais refinada. A isto há que juntar as aplicações em madeira no tablier e painéis interiores das portas, o logo Vignale presente nos bancos muito cómodos e com apoio q.b., e as embaladeiras específicas.

De resto, não se registam diferenças de maior face ao já conhecido, e avaliado, no Focus de cinco portas com motor turbodiesel (saiba mais aqui). O posto de condução não merece reparos, a ergonomia é bastante aceitável, embora perfectível nalguns pormenores, e o novo head-up display prima pela nitidez, pelas generosas dimensões e pela profusa informação que presta a quem ocupa o melhor lugar a bordo.

No amplo habitáculo, destaque, nas versões Vignale, para a pele de excelente qualidade, com duplos pespostos de cor contrastante, que reveste bancos e tablier, e para as aplicações em madeira

No amplo habitáculo, destaque, nas versões Vignale, para a pele de excelente qualidade, com duplos pespostos de cor contrastante, que reveste bancos e tablier, e para as aplicações em madeira

E é a partir desse mesmo lugar que se pode desfrutar em pleno de outros argumentos de peso desta Focus SW 1.5 EcoBoost 150 cv Vignale. Nomeadamente do seu muito convincente motor de três cilindros com distribuição variável, extremamente suave e praticamente inaudível em condições normais, a não ser em situações maior esforço – e, mesmo quando se faz ouvir, a sonoridade emitida nem é de todo desagradável, pelo contrário.

Com uma boa capacidade de resposta, garante uma condução fácil e agradável, e prestações que, não fazendo da Focus SW uma velocista, são perfeitamente aceitáveis para o posicionamento e filosofia do modelo em apreço, em que a comodidade tenderá sempre a ter primazia sobre a desportividade. Aliás, é de recordar que existe uma versão do Focus animada por uma declinação mais potente deste motor, com 182 cv, não comercializada Portugal – onde, por questões de preço, fará mais sentido esperar pelo futuro Focus ST.

Ainda assim, e apesar da vocação familiar deste modelo, até é possível impor com relativa facilidade ritmos mais intensos, capazes de se traduzirem em momentos de alguma emoção ao volante, como mais adiante se comprovará, desde que para tal seja feita uma utilização criteriosa, e recorrente, da caixa de velocidades. E isto porque a Ford decidiu aqui adoptar uma caixa suave e precisa (embora não propriamente apreciadora de um manuseamento muito rápido), mas de escalonamento algo longo, em que se atingem praticamente 200 km/h em quarta relação, pelo que as duas últimas acabam por servir para pouco mais do que para reduzir o regime do motor e reduzir o consumo.

O motor de três cilindros, 1,5 litros e 150 cv convence em termos de utilização e brilha nos consumos em estrada, mas obriga a recurso frequente à caixa sempre que se pretendam impor ritmos mais intensos

O motor de três cilindros, 1,5 litros e 150 cv convence em termos de utilização e brilha nos consumos em estrada, mas obriga a recurso frequente à caixa sempre que se pretendam impor ritmos mais intensos

Uma opção que, em conjunto com o sistema de desactivação do terceiro cilindro sempre que as condições de condução o permitam, e um binário máximo de 240 Nm disponível logo às 1600 rpm, resulta em excelentes consumos em estrada e auto-estrada, onde, a velocidades moderadas e estabilizadas, ficam praticamente ao nível de um Diesel. Em meio urbano as coisas mudam um pouco de figura, e só com bastante moderação se consegue ficar liminarmente acima dos 8,0 l/100 km, não sendo difícil aflorar os 9,0 l/100 km em cidade quando se  negligenciam os cuidados com o pedal da direita.

Globalmente, a ritmos mais acelerados, a média tenderá a ficar um pouco acima dos 10,0 l/100 km, aflorando, mesmo, os 15,0 l/100 km quando se pretende tirar pleno partido das capacidades da mecânica, Não obstante, a verdade é que, numa utilização convencional, e de acordo com a vocação do modelo, a média ficará aquém dos 7,0 l/100 km, o que não deixa de ser meritório.

Incontornável na Focus SW, inclusive na configuração em análise, é o seu exemplar comportamento dinâmico. Na unidade ensaiada, as opcionais jantes de 18”, revestidas por pneus Michelin pilot Sport 4 de medida 235/40, em pisos mais demolidores, acabam por condicionar muito ligeiramente um conforto que, nas restantes situações, é muito bom – mas pagam (altos) dividendos aos condutores mais dinâmicos em termos de eficácia.  Casando na perfeição com o melhor châssis do momento na classe, aqui com suspensão multilink traseira (eixo semi-rígido nas versões de acesso), a dimensão das rodas e a qualidade das borrachas sublinham a excelência das ligações ao solo, e mesmo com uma afinação da suspensão que privilegia o conforto, praticamente não se sente o aumento das dimensões e do peso face ao dois volumes e meio, tal a eficácia e agilidade demonstradas.

Mesmo na versão carrinha, o novo Focus continua a fazer alarde da sua superioridade face à concorrência no capítulo da eficácia dinâmica, proporcionando um prazer de condução sem paralelo a este nível

Mesmo na versão carrinha, o novo Focus continua a fazer alarde da sua superioridade face à concorrência no capítulo da eficácia dinâmica, proporcionando um prazer de condução sem paralelo a este nível

Deveras ágil, precisa e reactiva, a Focus SW confirma atributos já identificados no hatchback: a progressividade, previsibilidade e honestidade de reacções; a extrema competência em curva; o preciso controlo dos movimentos da carroçaria; o trem dianteiro preciso e com muita motricidade; o eixo traseiro que, mesmo com um ESP que apenas permite inibir o funcionamento do controlo de tracção, escorrega o suficiente, de modo controlado, para assegurar um extra de agilidade que acaba por ser decisivo para a celeridade e precisão, únicas no segmento, como a Focus SW muda de direcção. Por outras palavras, os pais de família mais apressados têm aqui uma excelente opção para desfrutar de momento de verdadeiro prazer ao volante sempre que a oportunidade se lhes proporcione, em especial nos percursos mais retorcidos, para tal prestando, igualmente, contributo determinante o competente sistema de travagem e uma direcção muito precisa e bem calibrada.

Por tudo isto, quanto mais se conduz o novo Focus, seja qual for a versão, mais água fica na boca relativamente às futuras versões ST, já para não mencionar um eventual RS! Pelo que também não pode deixar de ficar, uma vez mais, o lamento por o selector de modos de condução apenas incluir as opções Normal, Eco e Desporto, notando-se a ausência de um modo personalizável, que permitisse, por exemplo, usufruir da direcção mais directa do modo Desporto, mas mantendo o mapeamento do motor mais conservador e económico.

O factor economia, desta feita em termos de aquisição, também não é algo a negligenciar nesta Focus SW 1.5 EcoBoost 150 cv Vignale. Com um PVP de €27 670, ou de €31 304 no caso da unidade ensaiada, devido ao equipamento opcional na mesma instalado, graças à campanha de lançamento que a Ford ainda tem em vigor, beneficia de um desconto directo de €3200, o que significa que os valores acima mencionados são reduzidos para €24 470 e €28 104, respectivamente. E se estas verbas já seriam por si só, competitivas, para mais tendo em conta o generoso equipamento de série oferecido, há que ter em conta que a dita campanha inclui, ainda, uma oferta de €800 em equipamento, e um apoio à retoma de €1000 a quem decida dar um veículo à troca.

Airbag de duplo estágio para condutor e passageiro (desligável)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Controlo electrónico de estabilidade
Assistente aos arranques em subida
Alerta de saída involuntária da faixa de rodagem
Assistente à manutenção na faixa de rodagem
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixações Isofix
Cruise control adaptativo+limitador de velocidade
Selector de modos de condução
Ar condicionado automático
Computador de bordo
Bancos em pele
Bancos dianteiros desportivos+aquecidos+regulação em altura/apoio lombar (eléctrica para o condutor)
Banco traseiro rebatível 60/40 com apoio de braços, suportes para copos e vão porta~skis
Volante em pele multifunções regulável em altura+profundidade
Alarme
Rádio  com leitor mp3+ecrã táctil de 8"+6 altifalantes+tomadas 2xUSB+comandos por voz Sync
Sistema de navegação
Mãos-livres Bluetooth
Acesso+arranque sem chave
Vidros eléctricos dianteiros+traseiros
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos+rebatíveis electricamente
Retrovisor interior electrocromático
Iluminação ambiente por LED configurável
Sensor de luz+chuva
Sensores de estacionamento FR/TR
Sistema de estacionamento automático
Faróis dianteiros por LED
Faróis de nevoeiro com luzes e curva
Jantes de liga leve de 17"
Roda suplente de emergência
Sistema de monitorização da pressão dos pneus

Pintura metalizada (€635)
Carregador por indução para smartphones (€152)
Sistema de navegação premium+sistema de som B&O Play (€305)
Portão traseiro com sistema de abertura "mãos-livres" (€508)
Sistema de monitorização do ângulo morto (€407)
Carregador por indução para smartphones (€152)
Pack Estilo Plus (€813 – inclui: jantes de liga leve de 18", vidros escurecidos, ópticas dianteiras por LED adaptativas com assistente de máximos)
Pack Driver (€407 – inclui: sistema de estacionamento automático, câmara de visão traseira, protecções nas portas)
Pack Driver Plus (€407 – inclui: sistema de leitura de sinais de trânsito, assistente de máximos, sistema de detecção de obstáculos e cruise control adaptativo)

Qual é a sua reação?
Excelente
50%
Adoro
50%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    4 × 4 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.