CompararComparando ...

Honda Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus

Artigo
Honda Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus

Visão geral
Marca:

Honda

Modelo:

Civic

Versão:

5P 1.5 i-VTEC Sport Plus

Ano lançamento:

2020

Segmento:

Familiares compactos

Nº Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

1.5

Pot. máx. (cv/rpm):

182/5500

Vel. máx. (km/h):

220

0-100 km/h (s):

8,3

Consumos (l/100 km):

6,1 (combinado WLTP)

CO2 (g/km):

139 (combinado WLTP)

PVP (€):

34 250

Gostámos

Comportamento dinâmico, Motor e prestações, Consumos, Habitabilidade e mala, Conforto de marcha

A rever

Equipamento pneumático, Alguns materiais, Visibilidade traseira

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sessão
Qualidade geral
6.0
Interior
8.0
Segurança
9.0
Motor e prestações
9.0
Desempenho dinâmico
9.0
Consumos e emissões
7.0
Conforto
7.0
Equipamento
9.0
Garantias
8.0
Preço
7.0
Se tem pressa...

Considerando o Type R como pertencente a um mundo à parte, o Civic 1.5 Turbo i-VTEC Sport Plus é a versão mais dotada da gama do familiar compacto da Hpnda, recentemente alvo de ligeiras actualizações em termos estéticos e de conteúdos. Quem em nada desvirtuaram o conceito original: apesar de uma estética com a qual pode não ser fácil conviver, este continua a ser um dos mais competentes automóveis da sua categoria quando utilizado enquanto familiar, e a referência incontornável do mercado quando conduzido de uma forma mais exigente e desportiva

7.9
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this
Velocidade máxima anunciada (km/h) 220
Acelerações (s)
0-100 km/h 8,5
0-400 m 16,0
0-1000 m 28,8
Recuperações 60-100 km/h (s)
Em 3ª 4,4
Em 4ª 5,6
Em 5ª 7,6
Recuperações 80-120 km/h (s)
Em 4ª 5,9
Em 5ª 7,5
Em 5ª 9,2
Distância de travagem (m)
100-0 km/h 36,1
Consumos (l/100 km)
Estrada (80-100 km/h) 4,6
Auto-estrada (120-140 km/h) 5,5
Cidade 7,8
Média ponderada (*) 6,70
Autonomia média ponderada (km) 686
(60% cidade+20% estrada+20% AE)
Medidas interiores (mm)
Largura à frente 1460
Largura atrás 1410
Comprimento à frente 1080
Comprimento atrás 750
Altura à frente 920
Altura atrás 900

À semelhança dos restantes membros da sua gama, também o Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus recebeu a recente actualização de meio de ciclo, internamente denominada como MY2020, operada na décima geração, em praticamente cinco décadas de história, do familiar compacto da Honda. Excepção feita ao Civic Type R, que a casa de Hamamatsu considera como uma proposta à parte no seio da sua oferta, esta é a versão mecanicamente mais dotada do modelo, só disponível em Portugal com o nível de equipamento Sport Plus, a condizer com o rendimento do seu motor e os atributos do seu châssis.

Relativamente ao Civic lançado em 2017, o best-seller da marca nipónica, nesta evolução do MY2020, começa por distinguir-se através de alguns retoques estéticos que, sem perverter o conceito estilístico original, visam modernizar o visual exterior. Que continua a ser dominado pelas marcantes linhas da carroçaria, mas agora contando com pára-choques dianteiro e traseiro, grelha frontal e deflector traseiro redesenhados; jantes de novo desenhos; e ópticas dianteiras por LED incluídas de série em todas as versões.

Alterações estéticas não mais do que de pormenor operadas nesta actualização de meio de ciclo da décima geração do Honda Civic

Alterações estéticas não mais do que de pormenor operadas nesta actualização de meio de ciclo da décima geração do Honda Civic

No interior, o destaque vai, em primeiro lugar, para a inclusão, também de série em todas as versões, da regulação eléctrica do apoio lombar e do piso da bagageira amovível. A que se junta o sistema de infoentretenimento com um novo ecrã, de resposta mais rápida, e com novos botões de atalho para as funções mais relevantes, com o intuito de tornar mais fácil a respectiva operação. Algo que se confirma na plenitude, dando resposta a uma das críticas mais frequentes formuladas a este dispositivo.

De resto, o Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus em nada mais mudou e, como tal, mantém-se igual a si próprio. Que é o mesmo que dizer, no que ao habitáculo diz respeito, que o espaço disponível para passageiros e bagagens é dos mais amplos da classe, merecendo aqui ser recordada a invulgar comodidade e desafogo (em termos de largura como do espaço para pernas) com que três passageiros viajam no banco posterior, e a facilidade com que os respectivos pertences são acomodados numa mala que continua a exibir a sua original chapeleira com recolhimento horizontal, da esquerda para a direita.

O que também não sofreu alterações foram os materiais utilizados no habitáculo, que continua a ser dominado por plásticos duros e pouco nobres (a excepção são os aplicados nos locais mais visíveis ou com os quais seja mais frequente o contacto por parte dos ocupantes), pese embora o rigor da montagem e a perfeição dos acabamentos acabem por garantir um apreciável nível de qualidade geral. Pelo contrário, o posto de condução mantém-se acima de reparos de maior, sendo pelos bancos aptos a proporcionar, em simultâneo, um razoável encaixe e um elevado conforto; seja pela perfeita localicação da curta alavanca de comando da caixa de velocidades; seja pela bem alinhada pedaleira em alumínio.

No interior, a principal alteração passa pela evolução operada no sistema de infoentretenimento, agora bem mais fácil de utilizar

No interior, a principal alteração passa pela evolução operada no sistema de infoentretenimento, agora bem mais fácil de utilizar

Novidades também não se registam do capítulo da mecânica e do desempenho dinâmico, o que está longe de ser criticável. Sob o capot está o motor de 1,5 litros com 1498 cc de capacidade, no fundo a derivação de quatro cilindros da unidade instalada no Civic 1.0 i-VTEC Turbo (leia o ensaio completo aqui), sendo comuns a ambos a cilindrada unitária, o duplo variador de fase, a injecção directa de gasolina e a sobrealimentação por turbocompressor.

Capaz de disponibilizar 182 cv/6000 rpm, e um binário máximo de 220 Nm, constante entre as 1700-5500 rpm, esta é uma unidade que prima por uma ampla disponibilidade em qualquer regime, inclusive a baixa rotação e com o modo de condução Econ activado, ao ponto de não obrigar à adopção de uma caixa de velocidades de escalonamento excessivamente longo para registar excelentes consumos, tanto em estrada e auto-estrada como em cidade. Tanto assim é que, face ao seu “irmão” de três cilindros e 988 cc, com 129 cv e 200 Nm, o Civic 5P 1.5 i-VTEC Sport Plus registou consumos só muito ligeiramente superiores, e sendo as diferenças entre ambos praticamente desprezíveis neste particular. Já numa utilização realmente intensa, o diferencial tende a ser um pouco mais acentuado, registando-se médias na casa dos 10,0 l/100 km a ritmos realmente acelerados, ou a aflorar os 12,0 l/100 km quando se pretende, em permanência, extrair da mecânica tudo o que esta tem para dar.

Em compensação, as prestações são de nível superior para a classe, especialmente as recuperações, o que contribui de forma decisiva para a facilidade e para o agrado de utilização, por dispensarem uma utilização demasiado intensiva à caixa de velocidades, por sinal soberba em termos de suavidade, precisão e rapidez. Imperioso sublinhar, ainda, que, perto das 4000 rpm, e quando a tal instado por uma pressão intensa sobre o pedal da direita, este motor parece ganhar uma nova alma, oferecendo um renovado fulgor, acompanhado de uma sonoridade tão intensamente aguda quanto estimulante – a prova de que os seus muito saudáveis 182 cv são o garante, também, de uma condução emocionante a ritmos mais elevados. Para retirar o melhor deste Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus, há, pois, apenas que manter a agulha do conta-rotações acima desse regime e… desfrutar!

A outra boa notícia é que a competência do châssis em nada fica a dever à da mecânica – pelo contrário, este até aceitaria de bom grado, e sem alterações, uma potência mais substantiva, fruto de uma plataforma capaz de conjugar um peso reduzido com uma elevada rigidez estrutural, e das evoluídas suspensões independentes em ambos os eixos, do tipo multilink atrás. De série no Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus é o sistema de amortecimento pilotado, comandado através de um botão colocado junto à alavanca de comando da caixa de velocidades, que permite alternar entre os modos Normal e Sport. Uma solução cuja intervenção acaba por ser menos notória pelo aumento de eficácia que assegura na sua configuração mais firme, do que pelo efectivo acréscimo de conforto de marcha que consegue garantir em mau piso no seu modo dito “normal”.

Seja numa toada familiar, calma e descontraída, seja em condução mais intensa, o desempenho dinâmico de referência continua a ser um dos mais fortes argumentos do Civic 1.5 i-VTEC Turbo

Seja numa toada familiar, calma e descontraída, seja em condução mais intensa, o desempenho dinâmico de referência continua a ser um dos mais fortes argumentos do Civic 1.5 i-VTEC Turbo

Não que isso tenha o que quer que seja de criticável. Numa toada familiar, elogios para a facilidade de condução; para o comportamento neutro, marcado por reacções sempre honestas e previsíveis; e para o elevado conforto em qualquer circunstância. Numa condução mais desportiva, sobressaem o competente sistema de travagem; a direcção extremamente rápida e precisa, e muito bem assistida; a frente deveras incisiva, que se insere em curva com notável rigor e precisão; e uma traseira estável, mas que também não recusa ganhar uma outra vivacidade e protagonismo se provocada nesse sentido – pelo menos o possível quando se selecciona o modo ESP Off , que, na prática, é apenas um modo mais permissivo do controlo de estabilidade, pouco mais oferecendo do que o desligar do controlo de tracção.

Se os traçados mais sinuosos, repletos de curvas de todos os tipos, são o cenário em que o Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus revela o melhor de si, pena que, sobretudo para os que pretendam tirar pleno partido das suas capacidades, o equipamento pneumático não esteja à altura dos predicados do modelo. Se os Michelin Primacy 3 propostos de série já haviam denotado um desempenho sofrível na versão de acesso de 129 cv, aqui estão decididamente em desacordo com o potencial dinâmico do veículo, com a garra do motor e com o que se espera de um modelo que inclui a sigla Sport Plus na respectiva designação. São borrachas que, inquestionavelmente, não se dão bem com uma utilização extrema, nem foram concebidas para tal, e cujos limites surgem muito antes dos do châssis.

Quem pretenda usufruir em pleno do Civic 5P 1.5 i-VTEC Turbo Sport Plus deverá, pois, optar por pneus mais desportivos, cujo custo se traduzirá, certo, num outro grau de prazer ao volante, sem dúvida um dos mais fortes argumentos deste automóvel. A que se alia um outro: os €34 250 pedidos por esta versão, valor que, não sendo de “saldo”, acaba por alinhar com a principal concorrência, tem associado um muito generoso equipamento de série e permite aceder a um automóvel que, neste patamar de preços, dificilmente encontrará rival em termos de competência dinâmica, e de envolvência e emoção ao volante – mas sem deixar de convencer, nas suas mais diversas vertentes, quando utilizado enquanto familiar.

Motor
Tipo 4 cil. linha, transv., diant.
Cilindrada (cc) 1498
Diâmetro x curso (mm) 73,0×78,7
Taxa de compressão 10,6:1
Distribuição 2 v.e.c./16 válvulas com distribuição variável sobre a admissão e escape
Potência máxima (cv/rpm) 182/6000
Binário máximo (Nm/rpm) 220/1700-5500
Alimentação injecção directa
Sobrealimentação turbocompressor+intercooler
Dimensões exteriores
Comprimento/largura/altura (mm) 4518/1799/1434
Distância entre eixos (mm) 2697
Largura de vias fte/trás (mm) 1537/1565
Jantes – pneus 7 1/2Jx17″ – 235/45 (Michelin Primacy 3)
Pesos e capacidades
Peso (kg) 1308
Relação peso/potência (kg/cv) 7,19
Capacidade da mala/depósito (l) 420-1187/46
Transmissão
Tracção dianteira
Caixa de velocidades manual de 6+m.a.
Direcção
Tipo cremalheira, com assistência eléctrica variável
Diâmetro de viragem (m) 11,8
Travões
Dianteiros (ø mm) Discos ventilados (380)
Traseiros (ø mm) Discos maciços (380)
Suspensões
Dianteira MacPherson com amortecimento activo
Traseira Multilink com amortecimento activo
Barra estabilizadora frente/trás sim/sim
Garantias
Garantia geral 7 anos sem limite de km
Garantia de pintura 3 anos
Garantia anti-corrosão 10 anos
Intervalos entre manutenções 20 000 km ou 12 meses

Airbag para condutor e passageiro (desligável)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Encostos de cabeça dianteiros activos
Controlo electrónico de estabilidade
Assistente aos arranques em subida
Sistema de monitorização do ângulo morto
Travagem autónoma de emergência com alerta de colisão dianteira
Assistente activo à manutenção na faixa de rodagem com alerta de saída de faixa
Sistema de leitura de sinais de trânsito com assistente ao limite de velocidade
Sistema atenuante de colisões+saída de estrada
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixações Isofix
Travão de estacionamento eléctrico
Ar condicionado automático bizona
Computador de bordo
Cruise-control adaptativo+limitador de velocidade
Banco do condutor regulável electricamente em oito vias
Bancos dianteiros aquecidos
Banco rebatível 60/40
Pedaleira em alumínio
Volante em pele, regulável em altura+profundidade
Volante multifunções
Direcção com assistência eléctrica variável
Alarme
Acesso+arranque sem chave
Rádio digital DAB com leitor de mp3+ecrã táctil de 7″+navegação integrada Garmin+11 altifalantes+tomadas 2xUSB/HDMI/Aux
Mãos-livres Bluetooth (telemóvel+áudio)
Carregamento sem fios para smartphones
Vidros eléctricos dianteiros+traseiros
Vidros traseiros escurecidos
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos+rebatíveis electricamente
Retrovisor interior electrocromático
Ópticas dianteiras por LED com função de curva, assistente de máximose lava-faróis
Faróis de nevoeiro por LED
Farolins traseiros por LED
Câmara de estacionamento traseira
Sensores de estacionamento dianteiros+traseiros
Sensor de luz+chuva
Tecto panorâmico
Jantes de liga leve de 17″
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Kit de reparação de furos

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

11 − 6 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.