CompararComparando ...

Lexus UX 250h F Sport

Artigo
Lexus UX 250h F Sport

Vis√£o geral
Marca:

Lexus

Modelo:

UX

Vers√£o:

250h F Sport

Ano lançamento:

2019

Segmento:

SUV

N¬ļ Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

2.0 Híbrido

Pot. m√°x. (cv/rpm):

184/n.d.

Vel. m√°x. (km/h):

177

0-100 km/h (s):

6,3

Consumos (l/100 km):

4,6/4,5/4,3 (Extra-urbano/Combinado/Urbano)

CO2 (g/km):

126

PVP (‚ā¨):

50 600

Gost√°mos

Consumos, Imagem ousada e diferenciadora, Qualidade geral e requinte, Equipamento, Conforto, Facilidade de utilização, Agrado de condução, Classe 1 (mesmo sem Via Verde)

A rever

Capacidade da mala, Ruído do motor a alto regime, Velocidade máxima, Grafismo e touchpad do sistema de infoentretenimento, Largura atrás

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sess√£o
Qualidade geral
9.0
Interior
8.0
Segurança
9.0
Motor e presta√ß√Ķes
7.0
Desempenho din√Ęmico
8.0
Consumos e emiss√Ķes
9.0
Conforto
9.0
Equipamento
9.0
Garantias
8.0
Preço
6.0
Se tem pressa...

Vers√£o de topo, entre as de trac√ß√£o dianteira, do novo SUV compacto da divis√£o de luxo da Toyota, o novo Lexus UX 250h √© um autom√≥vel extremamente racional e competente, mas com um design exterior e interior capaz de despertar paix√Ķes, e um comportamento bastante mais convincente do que o da maioria dos modelos da sua categoria

8.2
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this

N√£o h√° como evit√°-lo, a imagem √© mesmo o primeiro elemento em destaque para quem atente, pela primeira vez, no novo Lexus UX 250h, protagonista deste ensaio. No modelo de acesso √† gama SUV da divis√£o de luxo da Toyota, a est√©tica √© atributo incontorn√°vel, com as protec√ß√Ķes em pl√°stico da carro√ßaria a transmitirem essa no√ß√£o de um autom√≥vel mais vers√°til do que os ‚Äúcomuns‚ÄĚ, por sua vez contrariada por uma altura ao solo (160 mm) que n√£o difere muito das destes ‚Äď de tal forma que, nos declives mais acentuados, como rampas de garagem mais inclinadas, √© com relativa facilidade que at√© pode bater no ch√£o, o que compensa com uma atitude din√Ęmica muito agrad√°vel, e com o facto de pagar Classe 1 nas portagens sem para isso necessitar de Via Verde.

No fundo, crossover talvez seja, mesmo, a melhor classifica√ß√£o para o UX. Mas qu√£o importante poder√° a mesma ser quando a verdade √© que a sua apar√™ncia deveras original, quase espacial, simultaneamente distinta e agressiva, dominada por linhas angulosas, √© suficiente para despertar paix√Ķes, e, seguramente, o garante de que este √© um autom√≥vel que s√≥ muito dificilmente passa despercebido, e a que poucos conseguem ficar indiferentes? Muito pouco, decerto, e menos ainda nesta vers√£o F Sport, dotada de uma s√©rie de elementos exteriores que tornam as linhas do modelo ainda mais apelativas.

√Č praticamente imposs√≠vel ficar indiferente √† apar√™ncia exterior do novo Lexus UX 250h F Sport, com as suas linhas originais e angulosas, e uma imagem de acordo com a tend√™ncia actual de polival√™ncia

√Č praticamente imposs√≠vel ficar indiferente √† apar√™ncia exterior do novo Lexus UX 250h F Sport, com as suas linhas originais e angulosas, e uma imagem de acordo com a tend√™ncia actual de polival√™ncia

Como se tal n√£o bastasse, o interior n√£o √© menos cativante: extremamente bem concebido, fica, indelevelmente, marcado pelo painel de instrumentos. Um elemento muito semelhante ao estreado no magn√≠fico coup√© LC, com mostrador central digital ‚Äúamov√≠vel‚ÄĚ (al√©m de mudar de apar√™ncia em fun√ß√£o do modo de condu√ß√£o selecionado, pode deslocar-se para a direita, num soberbo movimento mec√Ęnico, para aumentar a √°rea em que um indicador digital presta diversas informa√ß√Ķes) e comandos circulares, no topo de ambos os lados da respectiva moldura, ¬†para selec√ß√£o dos modos TCS off/ESP off do controlo electr√≥nico de estabilidade (√† esquerda) e dos modos condu√ß√£o Eco, Normal e Sport (√† direita).

A qualidade de constru√ß√£o, materiais e acabamentos √©, tamb√©m ela, de n√≠vel superior, merecendo aqui nota especial os bancos desportivos revestidos a pele e Alcantara desta vers√£o F Sport, com os dianteiros a proporcionarem um bom apoio a quem os ocupa, contribuindo de forma decisiva para a excelente posi√ß√£o de condu√ß√£o, correcta, baixa (muito mais do que o habitual nos SUV) e muito envolvente. A ergonomia tamb√©m evoluiu de modo significativo face ao conhecido de outas cria√ß√Ķes recentes da Lexus, parecendo reduzir-se, enfim, a tend√™ncia, t√£o cara √† generalidade dos fabricantes orientais, de instalar um bot√£o em quase tudo quanto √© s√≠tio.

Qualidade de construção e materiais de topo, decoração a condizer com as linhas da carroçaria, ergonomia em progresso e óptimos bancos desportivos na versão F Sport

Qualidade de construção e materiais de topo, decoração a condizer com as linhas da carroçaria, ergonomia em progresso e óptimos bancos desportivos na versão F Sport

Apesar do f√°cil acesso ao interior, a habitabilidade traseira √© n√£o mais do que aceit√°vel, idealmente apenas para dois passageiros, menos pelo espa√ßo para pernas do que pela largura ‚Äď a isto havendo de juntar uma mala algo acanhada, com n√£o mais do que 320 litros de capacidade com os cinco lugares montados, e ampli√°vel at√© 438 litros mediante o rebatimento assim√©trico do banco traseiro ‚Äď menos mal que, sob o piso, existe um compartimento generoso, que permite acomodar mais alguns pertences.

Mas estas ser√£o vicissitudes decorrentes das dimens√Ķes exteriores compactas, mais caracter√≠sticas do que, propriamente, defeitos. O que merecia ser revisto √© o sistema de infoentretenimento, muito completo em termos de fun√ß√Ķes, √© um facto, mas a padecer n√£o s√≥ de um grafismo simplista, algo datado e pouco distinto (basicamente o mesmo que se pode encontrar nalguns modelos da Toyota), como se um touchpad de comando que, pela sua sensibilidade, continua a exigir muita habita√ß√£o para se acertar √† primeira onde se pretende. √ďbice, ainda assim, parcialmente minimizado pela nova ‚Äúcentral de comando‚ÄĚ das fun√ß√Ķes multim√©dia, montada entre os bancos, e que assenta perfeitamente sob a palma da m√£o, com v√°rios bot√Ķes destinados a comandar as principais fun√ß√Ķes √°udio (uma solu√ß√£o que se elogia, mesmo que aqu√©m de sistemas afins, mas mais completos, como os poss√≠veis de encontrar em certos modelos alem√£es).

O touchpad para comando do sistema de infoentretenimento continua a não convencer na plenitude, devido à sensibilidade perfectível do mesmo

O touchpad para comando do sistema de infoentretenimento continua a não convencer na plenitude, devido à sensibilidade perfectível do mesmo

Primeiro modelo da Lexus assente na plataforma GA-C (Global Architecture Compact), versão bastante optimizada da TNGA utilizada pelos Toyota Prius, CH-R e Corolla, o Lexus UX desde logo beneficia, por isso, de uma maior ligeireza, graças, por exemplo, às portas e capot construídos em alumínio. Capot este sob o qual, no caso do UX 250h F Sport, está montada uma motorização híbrida composta pelo motor 2.0 a gasolina de ciclo Atkinson, com 152 cv e 490 Nm, e por um motor eléctrico com 109 cv e 202 Nm (alimentado por uma bateria de hidretos metálicos de níquel), para uma potência combinada de 184 cv.

A caixa √© do tipo CVT de varia√ß√£o cont√≠nua, com seis posi√ß√Ķes pr√©-definidas que aumentam o trav√£o motor, eleg√≠veis pelo condutor atrav√©s do comando manual em sequ√™ncia, dispon√≠vel na alavanca ou nas patilhas no volante. No modo totalmente autom√°tico oferece os modos de funcionamento Normal e Sport, este √ļltimo um pouco mais din√Ęmico.

Para uma maior envolv√™ncia ao volante, a caixa CVT de varia√ß√£o cont√≠nua conta com seis posi√ß√Ķes pr√©-definidas, selecion√°veis manualmente em sequ√™ncia atrav√©s da alvanca de comando ou das patilhas colocadas no volante

Para uma maior envolv√™ncia ao volante, a caixa CVT de varia√ß√£o cont√≠nua conta com seis posi√ß√Ķes pr√©-definidas, selecion√°veis manualmente em sequ√™ncia atrav√©s da alvanca de comando ou das patilhas colocadas no volante

Ao seu dispor, o utilizador tem n√£o s√≥ os modos de condu√ß√£o Eco, Normal e Sport, como um modo 100% el√©ctrico acion√°vel atrav√©s de um bot√£o espec√≠fico, colocado entre os bancos. Embora seja poss√≠vel, com os m√°ximos cuidados, percorrer um par de quil√≥metros neste modo (dispon√≠vel at√© aos 115 km/h), o facto √© que a principal fun√ß√£o da vertente h√≠brida do grupo motopropulsor √© mesmo optimizar ao m√°ximo a efici√™ncia do conjunto, permitindo que o motor de combust√£o seja desligado sempre que poss√≠vel ‚Äď e, nesse particular, sobram enc√≥mios para o UX 250h.

Veja-se os consumos, verdadeiramente soberbos para uma unidade a gasolina com este n√≠vel de rendimento, tanto em estrada e auto-estrada como em cidade, desde que se adoptem velocidades estabilizadas e moderadas ‚Äď quase fazendo inveja a um Diesel de pot√™ncia equivalente, e sem que para tal sejam exigidos cuidados ou sacrif√≠cios de maior. A ritmos (bastante) mais din√Ęmicos, as m√©dias podem quase duplicar, e aproximar-se dos 10,0 l/100 km, e at√© subir para perto dos 13,0 l/100 km caso se opte por andar sempre ‚Äúa fundo‚ÄĚ. Apesar de tudo, n√£o s√£o valores preocupantes, tendo em conta a pot√™ncia em quest√£o, mesmo que esta n√£o seja, de todo, a forma ideal de tirar o melhor partido do modelo.

Se as presta√ß√Ķes convencem em termos de acelera√ß√Ķes e recupera√ß√Ķes, a velocidade m√°xima de 177 km/h √© bastante modesta para a categoria. N√£o obstante, saliente-se que, em qualquer dos modos de condu√ß√£o dispon√≠veis, a resposta do motor, mesmo nas solicita√ß√Ķes mais intensas, √© sempre pronta, ainda que mais constante do que vigorosa, como √© t√≠pico deste g√©nero de transmiss√£o, embora com a pujan√ßa necess√°ria para que seja poss√≠vel imprimir ritmos de condu√ß√£o interessantes.

A motoriza√ß√£o h√≠brida garante presta√ß√Ķes de bom n√≠vel, apesar da modesta velocidade m√°xima, mas o seu principal trunfo √© a extrema optimiza√ß√£o em termos de efici√™ncia energ√©tica, sin√≥nimo de excelentes consumos quando utilizada da forma para que foi projectada e concebida

A motoriza√ß√£o h√≠brida garante presta√ß√Ķes de bom n√≠vel, apesar da modesta velocidade m√°xima, mas o seu principal trunfo √© a extrema optimiza√ß√£o em termos de efici√™ncia energ√©tica, sin√≥nimo de excelentes consumos quando utilizada da forma para que foi projectada e concebida

J√° os condutores mais din√Ęmicos tender√£o a identificar algumas caracter√≠sticas do UX 250h que, mais uma vez, comprovam que o seu principal m√©rito, neste cap√≠tulo, √© mesmo a efici√™ncia. Por exemplo, nas acelera√ß√Ķes mais intensas, a transmiss√£o, como √© seu timbre, de imediato leve o motor para o seu regime m√°ximo de funcionamento, o que acaba por ser acompanhado da habitual, mas n√£o menos desagrad√°vel, sonoridade esfor√ßada da unidade motriz, que s√≥ n√£o √© mais presente no habit√°culo devido ao merit√≥rio trabalho levado a cabo no respectivo isolamento ac√ļstico e t√©rmico.

Outro ponto a rever será a obrigatoriedade de o modo Sport, um pouco mais responsivo, ser acompanhado do emulador de som que tenta replicar a sonoridade de um motor mais poderoso, mas sempre de uma forma que resulta deveras artificial. Chegando a ser confrangedora a simulação de passagens de caixa convencionais, e consequentes percas de regime, quando o motor está a funcionar num regime constante…

Para bem usufruir do UX 250h F Sport, nada melhor, portanto, do que respeitar os objectivos para que foi concebido: progressividade e conten√ß√£o sobre o pedal da direita, para assegurar uma not√°vel frugalidade, e desfrutar de uma din√Ęmica em tudo semelhante √† de um autom√≥vel comum, em boa medida devido a um centro de gravidade invulgarmente baixo para uma proposta deste tipo. Este parece ser, de facto, o SUV em que a Lexus mais apostou na qualidade da din√Ęmica, gerindo de forma exemplar as transfer√™ncias de massa, e curvando efic√°cia e eleg√Ęncia, por via das suas evolu√≠das e bem afinadas suspens√Ķes.

Mesmo na vers√£o F Sport, o UX 250h prima, acima de tudo, pela facilidade e agrado de condu√ß√£o, e por um extremo conforto de marcha, sem deixar de ser, por isso, o SUV mais din√Ęmico da Lexus

Mesmo na vers√£o F Sport, o UX 250h prima, acima de tudo, pela facilidade e agrado de condu√ß√£o, e por um extremo conforto de marcha, sem deixar de ser, por isso, o SUV mais din√Ęmico da Lexus

A sigla F Sport poder√° levar alguns a pensar que desportividade tamb√©m √© termo que faz parte do l√©xico do UX 250h F Sport, mas n√£o faz muito. √Č bastante mais f√°cil e seguro de conduzir do que, propriamente, desportivo, mas sem deixar de ser envolvente, e se √© um facto que o desligar por completo do ESP confere um pouco mais de agilidade √† condu√ß√£o, se bastante provocado o ve√≠culo nesse sentido, o facto √© que o grande equil√≠brio do ch√Ęssis, os pneus largos e o car√°cter do pr√≥prio motor voltam a apontar para uma utiliza√ß√£o racional, familiar e civilizada, aquele em que o modelo mais consegue brilhar, at√© porque o n√≠vel de conforto que a sofisticada suspens√£o, com amortecimento pilotado, oferece a quem segue a bordo √© simplesmente excelente, mesmo nos pisos mais degradados.

Aqui chegados, e tudo somado, n√£o subsistem d√ļvidas: o novo SUV de acesso da Lexus √© um autom√≥vel t√£o apaixonante esteticamente, como racional em termos de utiliza√ß√£o. Orientado para um cliente muito bem definido, prima pelo √≥ptimo confortode marcha, pela din√Ęmica equilibrada, pelos excelentes consumos, pelo bem estar a bordo e pela extrema facilidade e agrado de utiliza√ß√£o.

Mais refinado do que desportivo, apesar da designa√ß√£o, o pre√ßo que pratica n√£o o coloca ao alcance de qualquer bolsa, mas os ‚ā¨50¬†600 euros pedidos pela Lexus pelo UX 250h F Sport acabam por justificar-se pela qualidade, pela exclusividade, pela imagem ainda mais distintiva e apelativa e por um excelente equipamento de s√©rie, cujo √ļnico defeito ser√£o as escassas possibilidades de personaliza√ß√£o.

Airbag para condutor e passageiro (deslig√°vel)
Airbags laterais
Airbags de cortina
Airbag para os joelhos dos passageiros dianteiros
Cintos dianteiros/traseiros com pré-tensores+limitadores de esforço
Fixa√ß√Ķes Isofix
Controlo electrónico de estabilidade
Sistema de leitura de sinais de tr√Ęnsito
Sistema de auxílio à manutenção na faixa de rodagem
Sistema de travagem aut√≥noma de emerg√™ncia com alerta de colis√£o dianteira e detec√ß√£o de pe√Ķes
Sistema de pré-colisão PCS
Bancos dianteiros com sistema de protecção da coluna cervical WIL
Assistente aos arranques em subidas
Cruise-control adaptativo+limitador de velocidade
Travão de estacionamento eléctrico com função Hold
Alarme
Ar condicionado autom√°tico bizona
Computador de bordo
Head up display
Bancos em pele
Bancos dianteiros desportivos com regulação eléctrica+aquecidos+ventilados
Volante multifun√ß√Ķes em pele com regula√ß√£o em altura+profundidade
Soleiras das portas em alumínio
Direcção de assistência eléctrica
Mãos-livres Bluetooth (telemóvel+streaming de áudio)
Sistema de som com 8 altifalantes
Sistema de navegação com ecrã de 8"
Carregamento por indução para smartphones
Acesso+arranque sem chave
Vidros eléctricos FT/TR
Vidros dianteiros ac√ļsticos
Vidros traseiros escurecidos
Retrovisores exteriores eléctricos+electrocromáticos+aquecidos+rebatíveis electricamente
Retrovisor interior electrocrom√°tico
Faróis dianteiros integralmente por LED
Faróis de nevoeiro
Sensor de luz/chuva
Sensores de estacionamentoFR/TR+c√Ęmara de estacionamento traseira
Barras de tejadilho
Jantes de liga leve de 18"
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Kit de reparação de furos
Kit exterior F Sport (inclui: p√°ra-choques desportivos; grelha dianteira e moldura desportivas; emblemas laterais)

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
100%
Gosto
0%
Razoavel
0%
N√£o gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Coment√°rios
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

20 − 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.