CompararComparando ...

“Dobradinha” lusa na nona etapa do Dakar

Artigo
“Dobradinha” lusa na nona etapa do Dakar

Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves fizeram a “dobradinha” lusa na nona etapa do Dakar. “Estrelinha” foi o vencedor e “Speedy” acabou em segundo para ganhar tempo ao líder da prova, Marc Coma e se aproximar do primeiro lugar. O espanhol ficou em terceiro e os dois estão, agora, separados por 5m28s.

Foi uma exibição imperial dos dois portugueses da Honda que, à semelhança do que já tinha acontecido com Barreda Bort e Coma na primeira semana, estiveram numa dimensão à parte. Hélder Rodrigues conseguiu, assim, esquecer da melhor forma um dos dias mais difíceis por que passou no Dakar quando ontem perdeu mais de três horas com problemas eléctricos na sua Honda.

Paulo Gonçalves ganhou ainda mais ânimo para atacar o primeiro lugar de Coma. O piloto de Esposende sabe que o espanhol é exímio a gerir vantagens, por  curtas que sejam, mas tem ainda quatro etapas para tentar batê-lo e tornar-se no primeiro português a vencer o rali TT mais duro do Mundo.

“Iniciei a etapa muito forte e concentrado. Consegui um bom ritmo até ao reabastecimento. Percebi que ia na frente da corrida e tinha o Paulo atrás de mim dois minutos. Como não queria fazer pó de modo a evitar que perdesse tempo para o Marc, esperei um pouco e deixei-o passar. Ele depois perdeu-se. Não encontrou um waypoint que eu consegui encontrar mais rápido e continuei  até ao fim para conseguir ganhar a etapa ”, explicou Hélder Rodrigues.

Ruben Faria chegou a Calama com o 12º tempo mas foi penalizado 40minutos e, por isso, caiu uma posição. Está no sétimo lugar. Mário Patrão chegou com o 44º tempo, depois de uma penalização de 55 minutos e está em 41º da geral.

Carlos Sousa sobe para oitavo

Num dia bastante exigente, com particular destaque para os últimos quilómetros, Carlos Sousa completou a etapa entre Iquique e Calama com o 16º registo e subiu ao oitavo posto. O português só não ascendeu ao sétimo posto porque sofreu uma penalização de 40 minutos.

A etapa foi ganha por Nani Roma, enquanto Nasser Al-Attiyah continua na frente e ampliou a vantagem para o segundo classificado, Giniel De Villiers. Os dois estão agora separados por 23m58s.

Yazeed Al Rajhi, terceiro da classificação, não conseguiu melhor do que o sexto tempo do dia atrás de Roma, Al-Attiyah, Guerlain Chicherit, que pela primeira vez fez um tempo de registo com o buggy da X-Raid, Vladimir Vasiliev e De Villiers.

Vítor Jesus, que navega Nazareno Lopez, foi 21º, enquanto Ricardo Leal dos Santos obteve o 24º tempo. Filipe Palmeiro não andou tão bem como nos outros dias com Boris Garafulic ao volante e contentou-se com o 29º lugar.

Nos quads, Rafal Sonik recuperou o primeiro lugar, mas tem Ignacio Casale a apenas quatro minutos. O vencedor da tirada foi Victor Lozic.

(em actualização)

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
João Picado
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    4 × 1 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.