CompararComparando ...

Skoda Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style

Artigo
Skoda Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style

Visão geral
Marca:

Skoda

Modelo:

Karoq

Versão:

1.6 TDI 116 cv DSG Style

Ano lançamento:

2018

Segmento:

SUV

Nº Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

1.6 Diesel

Pot. máx. (cv/rpm):

116/3250-4000

Vel. máx. (km/h):

188

0-100 km/h (s):

10,9

Consumos (l/100 km):

4,3/4,4/4,6

CO2 (g/km):

117

PVP (€):

35 982/42 497 (unidade testada)

Gostámos

Comportamento e conforto de marcha, Consumos, Habitáculo amplo e versátil, Bancos Varioflex, Qualidade geral, Equipamento

A rever

Hesitações da caixa DSG, Prestações medíocres

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sessão
Qualidade geral
8.0
Interior
9.0
Segurança
7.0
Motor e prestações
7.0
Desempenho dinâmico
8.0
Consumos e emissões
8.0
Conforto
9.0
Equipamento
8.0
Garantias
6.0
Preço
7.0
Se tem pressa...

Apesar da proximidade com outros modelos do grupo VW, o Skoda Karoq conta com os seus próprios argumentos para vingar num segmento cada vez mais concorrido, e a sua versão Diesel de acesso é a prova disso mesmo.

7.7
Nosso Rating
Rating Leitor
You have rated this

 

 

Continua de vento em popa a actividade da Skoda, em termos de vendas como de lançamento de novos produtos, nomeadamente no segmento da moda do momento: o dos SUV. Depois do lançamento do seu primeiro modelo do género, o Kodiaq, chega agora o seu “irmão” mais novo, em formato mais compacto, aqui analisado na sua versão Diesel acesso com caixa pilotada, na forma do Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style.

Um modelo que, de algum modo, vem ocupar na oferta do construtor checo o lugar deixado vago pelo Yeti. Assente na “inevitável” plataforma modular MQB, pode também ser considerado como o “primo direito” do Seat Ateca, fazendo a diferença para o SUV espanhol através da estética exterior e interior, de alguns pormenores específicos (como as práticas soluções derivadas da conhecida filosofia “Simply Clever” da marca de Mladá Boleslav) e do seu próprio posicionamento comercial.

Visualmente, o Karoq exibe uma aparência agradável e cativante, marcada pela sobriedade que, por norma, caracteriza as criações da Skoda, e por elementos típicos da sua linguagem visual. Aqui combinados, como se impõe, pelas habituais protecções da carroçaria, indicadoras de uma superior versatilidade e capacidade para enfrentar outros caminhos, e pela atraente iluminação frontal bipartida.

Sóbrias e discretas, as formas do Karoq estão em linha com a actual linguagem visual da Skoda, e têm a vantagem de contribuir para uma generosa habitabilidade

Sóbrias e discretas, as formas do Karoq estão em linha com a actual linguagem visual da Skoda, e têm a vantagem de contribuir para uma generosa habitabilidade

O habitáculo acompanha a sobriedade estilística exterior, exibindo uma decoração simples, mas funcional, uma correcta ergonomia e uma apreciável qualidade de construção, garantida por bons materiais e uma montagem rigorosa. O acesso ao interior é excelente, a habitabilidade generosa, aqui se evidenciando uma das vantagens das linhas simples e rectilíneas da carroçaria.

Neste ponto, referência obrigatória para os opcionais (e muito recomendáveis!) bancos traseiros Varioflex: são três lugares individuais, com regulação da inclinação das costas e longitudinal do assento, que além do mais rebatem e até podem ser removidos do veículo – não sendo leves, têm a vantagem de ser muito fáceis de encaixar. Uma solução herdada do Yeti, que muito contribui para incrementar a modularidade e a versatilidade, também pelo acréscimo de volumetria que proporciona à bagageira, já por si uma das maiores da classe: com 479 litros de capacidade estando os cinco lugares montados e os bancos traseiros na sua posição normal, ou 588 litros com estes na sua posição mais avançada, chega aos 1605 litros estando os mesmos rebatidos, e a um máximo de 1810 litros quando retirados do veículo.

Os opcionais bancos traseiros individuais Varioflex aumentam a polivalência, contando com regulação em inclinação e longitudinal, e podendo até ser removido, para aumentar a capacidade de carga

Os opcionais bancos traseiros individuais Varioflex aumentam a polivalência, contando com regulação em inclinação e longitudinal, e podendo até ser removido, para aumentar a capacidade de carga

Passando à acção, menção primeira para uma posição de condução decerto do agrado do cliente tipo de um modelo deste género, ou seja, elevada mas correcta, e garantindo uma boa visibilidade para o exterior em todas as direções. Por turno, o châssis evoluído, conjugado com uma direcção precisa e directa, traduz-se num comportamento eficaz e num elevado conforto em estrada, com as reacções honestas e previsíveis a proporcionarem um desempenho estável e seguro, e com competência para superar as irregularidades do piso – a suspensão é menos firme do que a do Ateca, mas assegura um controlo efectivo dos movimentos carroçaria, sendo este Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style um automóvel, acima de tudo, muito fácil conduzir e bastante próximo berlina convencional de porte equivalente.

Quem pretender abandonar o asfalto, deverá condicionar as suas ambições a traçados não muito exigentes, apesar da altura ao solo até ser das mais elevadas da classe. Contudo, a tracção apenas dianteira, e os pneus destinados apenas ao alcatrão, não permitem aventuras muito radicais, que obriguem a superar obstáculos por demais exigentes.

Fora de estrada, a tracção apenas dianteira e os pneus destinados ao asfalto condicionam o Karoq 1.6 TDI a incursões não muito exigentes

Fora de estrada, a tracção apenas dianteira e os pneus destinados ao asfalto condicionam o Karoq 1.6 TDI a incursões não muito exigentes

Quanto ao motor turbodiesel de 1,6 litros e 116 cv, é um velho conhecido, que aqui denota um funcionamento suave e relativamente silencioso (o competente isolamento acústico do habitáculo dá uma ajuda…), e que, fazendo bom uso de todo o seu potencial, até consegue garantir prestações interessantes, ainda que o Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style não seja de todo um sprinter, ou a referência da categoria neste particular. Por isso, os seus melhores argumentos acabam por ser a resposta solícita na generalidade das situações, garantindo uma utilização fácil e agradável, a par dos excelentes consumos, em boa parte da responsabilidade da caixa pilotada DSG de dupla embraiagem e sete velocidades, extremamente suave e rápida nas passagens – mesmo que ainda algo lenta nos arranques mais exigentes (em especial no modo D, menos mal no modo S), e hesitante nalgumas situações, pecando ainda por oferecer o comando manual sequencial apenas na alavanca, não dispondo de patilhas no volante.

Estratégia da Skoda com o novo Karoq é apostar em níveis de equipamento de série sempre bastante interessantes, mesmo nas versões de acesso. O que significa que este Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style, com nível de equipamento de topo, é já muito generoso neste particular, incluindo elementos como faróis por LED; travagem de emergência com alerta colisão; monitorização do ângulo morto; airbag para os joelhos condutor; sistema navegação; e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros com câmara de marcha-atrás, para além do considerado obrigatório a este nível.

Também por isso, o preço não é, propriamente, de arromba, com a Skoda a pedir praticamente 36 mil euros por esta versão, mas acaba por aceitar-se face à dotação de equipamento e ao facto de o Karoq 1.6 TDI 116 cv DSG Style ser um SUV bastante completo, que faz tudo bem. Por fim, sublinhe-se que a unidade ensaiada contava com mais de 6000 euros em extras que, sem dúvida, ajudam a incrementar agrado de utilização, mas dos quais valerá mais a apenas apostar no cruise control adaptativo, no assistente à manutenção na faixa de rodagem, nos bancos Varioflex e, pelo seu custo marginal, nas mesas retrácteis montadas nas costas dos bancos dianteiros, e nos sistemas de detecção de fadiga do condutor e de leitura de sinais de trânsito.

Competente, seguro, confortável e bastante económico, o Karoq assume-se como um modelos extremamente agradável e fácil de conduzir em estrada

Competente, seguro, confortável e bastante económico, o Karoq assume-se como um modelos extremamente agradável e fácil de conduzir em estrada

Airbag para condutor e passageiro (desligável)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Airbag de joelhos para o condutor
Controlo electrónico de estabilidade
Travagem autónoma de emergência com alerta de colisão frontal e reconhecimento de peões
Assistente aos arranques em plano inclinado
Sistema de monitorização do ângulo morto
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixações Isofix
Travão de estacionamento eléctrico
Ar condicionado automático
Computador de bordo
Bancos dianteiros reguláveis em altura com regulação do apoio lombar
Apoio de braços dianteiros Jumbo Box
Banco traseiro rebatível 60/40
Volante em pele multifunções regulável em altura+profundidade
Direcção com assistência eléctrica variável
Rádio com leitor de mp3+navegação+6 altifalantes+tomadas USB/Aux-in
Mãos-livres Bluetooth com WLAN
Vidros dianteiros+traseiros eléctricos
Retrovisor interior electrocromático
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos+electrocromáticos+rebatíveis electricamente
Cruise control+limitador de velocidade
Sensor de luz+chuva
Sensores de estacionamento dianteiros+traseiros
Câmara de estacionamento traseira
Faróis por LED
Faróis de nevoeiro por LED com função de curva
Farolins traseiros por LED
Barras de tejadilho em preto
Jantes de liga leve de 17"
Roda suplente de emergência
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Faróis de nevoeiro
Sistema de amortecimento electrónico
Jantes de liga leve de 19"
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Kit de reparação de pneus

Bluetooth+WLAN+rSAP+LTE com carregamento por indução (€470)
Detector de fadiga no condutor (€40)
Bancos em pele (€1430)
Cruise control adaptativo com Front Assist (€260)
Jantes de liga leve de 18" (€415)
Assistente à manutenção na faixa de rodagem+monitorização do ângulo morto (€360)
Mesas retrácteis nas costas dos bancos dianteiros (€90)
Pack LED interior (€290)
Pintura metalizada (€415)
Recepção digital do sinal de rádio (€100)
Sistema de infoentretenimento Columbus com navegação (€1045)
Sunset (€140)
Tejadilho panorâmico (€990)
Sistema de leitura de sinais de trânsito (€65)
Varioflex (€405 - três bancos traseiros independentes rebatíveis e removíveis )

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
100%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    3 × 2 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.