CompararComparando ...

Bentley Mulsanne 6.75 Edition: o fim da lenda com 30 exemplares

Artigo
Bentley Mulsanne 6.75 Edition: o fim da lenda com 30 exemplares

Chega ao fim, na próxima Primavera, a produção do Mulsanne, o lendário topo-de-gama da Bentley, lugar que passará a ser ocupado pelo novo Flying Spur – que em 2023 até passará a contar com uma derivação híbrida, à semelhança do que já acontece com o Bentayga. Para assinalar a efeméride, a casa de Crewe criou o Mulsanne 6.75 Edition, derradeira série especial do modelo limitada a trinta exemplares, desenvolvida pela Mulliner (a divisão de veículos especiais da marca britânica) e, como o seu próprio nome indica, fortemente inspirada no motor que a anima, o não menos emblemático V8 de 6,75 litros, que é o bloco com esta arquitectura há mais tempo em produção ininterrupta em toda a indústria automóvel – nada menos do que 60 anos, comemorados, justamente, em 2020.

Inspirado no Mulsanne Speed, e com os mesmos 530 cv de potência e 1100 Nm de binário máximo, o Mulsanne 6.75 Edition homenageia o motor que o anima através de vários detalhas exclusivos. Caso dos botões das saídas de ventilação a imitar a tampa do reservatório de óleo; do logótipo específico desta edição especial bordado das costas dos bancos; deste mesmo símbolo, mas em forma de emblema, aplicado no compartimento do motor e na base os guarda-lamas dianteiros, e sendo ainda projectado pelas luzes de acolhimento por LED montadas nos retrovisores exteriores; e do mostrador do relógio, e dos instrumentos que o ladeiam, decorados por esquemas em corte do famoso V8.

Estilisticamente, e no exterior, o Mulsanne 6.75 Edition é mercado pelos acabamentos em preto brilhante; pelas molduras das ópticas dianteiras e dos farolins traseiros em cromado; pela mascote Flyng B, gralha do radiador e ponteiras de escape escurecidos; e pelas jantes de 21” do Mulsanne Speed dotadas de um acabamento maquinado exclusivo, com o interior dos respectivos braços em preto brilhante. Sob o capot, o colector de admissão conta com acabamento preto, ao invés do habitual prateado, e a placa numerada identificativa do motor, tradicionalmente assinada pelo artífice que o construiu, é, desta vez, autografada por Adrian Hallmark, presidente e CEO da Bentley.

Já o interior, disponível em azul, preto, vermelho ou castanho, combinado com costuras prateadas e outros pormenores na mesma cor, e com aplicações em madeira preta de alto brilho no tablier e painéis interiores das portas – neste último caso com inserções em alumínio escurecido. A consola central, assim como a consola traseira, são revestidas a verniz pintado de cor prata, ostentando a primeira uma placa comemorativa exclusiva de cada um dos trinta exemplares a produzir.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

12 − 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.