CompararComparando ...

Dacia ao ataque: série especial Adventure, motor TCe 130 e gama GPL

Artigo
Dacia ao ataque: série especial Adventure, motor TCe 130 e gama GPL

Uma verdadeira ofensiva de produto da Dacia em Portugal, com a chegada de muitas novidades em diferentes domínios – e sempre abrangendo o essencial da sua oferta. Seja por via da nova série especial Adventure, com uma relação preço/equipamento especialmente apetecível; seja pela introdução do motor 1.3 TCe a gasolina de 130 cv no Duster, Dokker e Lodgy; seja pela disponibilização de versões Bi-Fuel a GPL e gasolina em todos os modelos da sua gama.

Começando pela série especial Adventure, é proposta em todos os modelos da Dacia comercializados em Portugal, e com quase todas as motorizações disponíveis em cada qual, incluindo as novas opões a GPL. Tem por base o nível de equipamento Stepway (Prestige, no caso do Duster), inclui duas novas cores cinzenta e vermelha, e os respectivos preços variam entre os €13 763 pedidos pelo Sandero TCe 90 Adventure e os €24 786 exigidos pelo Duster Blue dCi 115 4×4 Adventure, iniciando-se nos €14 643 no caso do Logan MCV TCe 90, nos €17 365 no caso do Dokker TCe 130 FAP, nos €19 030 no caso do Lodgy TCe 130 FAP e nos €19 530 no caso do Duster TCe 130 FAP.

No que aos conteúdos diz respeito, a série especial Adventure, quando aplicada ao Duster, inclui elementos como estofos e tapetes específicos; jantes em liga de 17” com embelezador central vermelho; sistema de infoentretenimento Media Nav Evolution com ecrã táctil de 7”, navegação e compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay; cruise control com limitador de velocidade; monitorização do ângulo morto; câmara panorâmica; acesso e arranque mãos-livres; ar condicionado automático; sensores de estacionamento traseiro com câmara de marcha-atrás. Nos restantes modelos, a única diferença para o SUV da marca romena reside nas jantes de 16”, também com embelezador central vermelho, na ausência do sistema de monitorização do ângulo morto e, no caso do Lodgy e do Dokker, no ar condicionado manual.

A segunda grande novidade a abranger toda a gama da Dacia é a disponibilização de motores aptos a consumir GPL, solução que permitir reduzir em cerca 13% as emissões de CO2, e em cerca de 50% os custos de utilização, quando comparada com um tradicional motor a gasolina (a poupança pode chegar aos 900 euros por cada 20 mil quilómetros percorridos) – prometendo, ainda, ser cerca de 15% mais económica do que um motor Diesel de potência equivalente. Disponíveis, inclusive, nas versões Stepway, das mais populares dos modelos da Dacia no mercado nacional, os motores Bi-Fuel têm por base a unidade TCe 90 no caso do Sandero e Logan MCV, e o 1.6 SCe atmosférico, com 110 cv no Dokker e no Lodgy, e com 115 cv no Duster, Trunfos, igualmente, a levar em linha de conta, a autonomia combinada superior a um milhar de quilómetros, e o facto de o depósito de GPL estar instalado no local normalmente ocupado pela roda sobressalente, o que significa que a capacidade da mala se mantém inalterada.

No interior, o único elemento que distingue uma versão Bi-Fuel de uma tradicional a gasolina é o comutador que permite alternar, a qualquer momento, entre os dois combustíveis, colocado junto à alavanca de comando da caixa de velocidades. E, no caso do Sandero Bi-Fuel, que tivemos oportunidade de conduzir durante alguns quilómetros, também há que sublinhar que não são sensíveis grandes alterações em termos de desempenho para quem vai ao volante, com o modelo a dar boa conta de si independentemente do combustível consumido.

No que concerne a preços, o Sandero TCe 90 Bi-Fuel custa €11 877€ (€14 004 na versão Stepway); o Logan MCV TCe 90 Bi-Fuel é proposto por €12 896 (€15 401 na versão Stepway); o Dokker SCe 110 Bi-Fuel está orçado em €15 965€ (€18 165 na versão Stepway); o Lodgy SCe Bi-Fuel exige o dispêndio de €17 349 (€19 580 na versão Stepway); e o Duster SCe 115 está doisponivel por €18 110. Como é habitual na marca, também as versões Bi-Fuel oferecem uma garantia de 3 anos ou 100 000 km, tudo concorrendo, assim, para que a Dacia continue a ser a referência do mercado neste domínio no nosso país, dado que, em 2018, os seus modelos asseguraram nada menos do que 67% das vendas de veículos a GPL no mercado português.

Por fim, mas não menos relevante, a chegada do motor 1.3 TCe FAP às gamas Duster, Dokker e Lodgy, as quais, no seu conjunto, asseguram 32% das vendas da Dacia em Portugal. Uma unidade de 1332 cc tencologicamente evoluída, com turbocompressor, distribuição variável sobre a admissão e o escape, injecção directa de gasolina e filtro de partículas, entre outros atributos, capaz de disponilizar 130 cv/5000 rpm e um binário máximo de 240 Nm/1600 rpm (ou seja, mais 5 cv e mais 35 Nm do que o anterior motor TCe 125).

Combinado com uma caixa manual de seis velocidades, quando instalado no Duster, garante 191 km/h de velocidade máxima, um consumo de 6,9/7,1 l/100 km em ciclo completo WLTP e emissões de CO2 entre 156-161 g/km, além de ter demonstrado, em estrada, uma facilidade de condução nitidamente superior a qualquer outro modelo da gama. É proposto por €15 600 no nível de equipamento Essential, por €17 350 no nível Comfort, por €19 230 no nível Prestige e por €19 530 na nova série limitada Adventure. A partir de Julho também estará associado ao sistema de tracção integral e disponível numa mais dotada derivação com 150 cv e 250 Nm.

No caso do Dokker TCe 130, o consumo é de 7,1 l/100 km em ciclo completo, as emissões de CO2 são de 162 g/km e os preços são de €12 950 no nível de equipamento Essential, de €14 965 no nível Comfort, de  17 165 no nível Stepway e de €17 365 na série especial Adventure. Já o Lodgy TCe 130 anuncia 193 km/h de velocidade máxima, e um consumo de 7,1 l/100 km em ciclo completo, custando €14 950 no nível de equipamento Essential, €17 150 no nível Comfort, €18 830 no nível Stepway e €19 030 na série especial Adventure.

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    15 − 5 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.