CompararComparando ...

Europa impõe redução de 35% das emissões de CO2 para 2030

Artigo
Europa impõe redução de 35% das emissões de CO2 para 2030

Depois de muita discussão, os membros da União Europeia finalmente acordaram numa redução de 35% das emissões de CO2 dos automóveis ligeiros novos vendidos a partir de 2030, face aos valores que entrarão em vigor em 2021. Vingou, deste modo, a posição de países como a Alemanha, um dos que mais se opôs à proposta defendida por países como a França, Irlanda e Holanda, que pretendiam uma redução de 40%, tal como desejado igualmente pelo Parlamento Europeu. No final, votaram a favor da medida 20 países, quatro contra e quatro abstiveram-se, inicnado-se, agora, as conversações entre Parlamento Europeu e Comissão Europeia com vista à implementação desta medida.

O acordo prevê, ainda, a criação de incentivos para os construtores, destinados a incrementar as vendas de veículos eléctricos onde a respectiva penetração seja inferior a menos de 60% da média europeia. Apesar disso, a ACEA, associação europeia dos construtores de automóveis, não deixou de sublinhar que, na sua perspectiva, a redução das emissões agora acorada não deixa de constituir um risco para a competitividade do sector, assim como poderá ter um impacto negativo tanto para os trabalhadores da indústria como para os próprios consumidores. De referir, ainda, que o sector do transporte ainda é a única indústria em que as emissões de gases com efeito de estufa continua a aumentar.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    13 − 4 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.