CompararComparando ...

Novo Ford Puma em Portugal em Janeiro

Artigo
Novo Ford Puma em Portugal em Janeiro

Já foi oficialmente apresentado o novíssimo Puma, nome que Ford decidiu recuperar para identificar, agora, aquilo que define como um “crossover compacto de inspiração SUV”. Assente na plataforma da marca da oval azul destinada a modelos do segmento B, mas com distância entre eixos e largura de vias especificas, ao modelo cabe, ainda, inaugurar um novo capítulo na identidade de design da Ford, aqui de destacando elementos como as ópticas dianteiras colocadas em posição sobrelevada, com luzes diurnas por LED separadas; a linha de tejadilho com acentuada quebra em direcção à traseira; os guarda-lamas salientes; ou o formato dos farolins traseiros.

Aposta do novo Puma é, igualmente, a versatilidade, patente, por exemplo, na bagageira com 456 litros de capacidade (o melhor valor da classe), ou na chamada MegaBox, solução que arrumação que disponibiliza um espaço de armazenamento com 80 litros de capacidade, capaz de acomodar confortavelmente dois sacos de golfe em posição vertical, num espaço com 763 mm de largura por 752 mm de comprimento e 305 mm de profundidade. A caixa permite, também acomodar objectos instáveis (como plantas domésticas) até 1150 mm de altura, ou equipamentos desportivos sujos, com o forro sintético e o furo de drenagem a facilitarem a respectiva lavagem.  O Puma é, também, o primeiro modelo da Ford neste segmento a disponibilizar o portão traseiro eléctrico com abertura e fecho “mãos-livres”, que integra, ainda, uma chapeleira integrada.

Igualmente uma estreia na classe, os bancos dianteiros com massagem lombar com três níveis de intensidade; ou as coberturas amovíveis dos bancos dianteiros e traseiros, destinadas aos que com frequência utilizam o seu veículo em actividades que impliquem uma uso mais intensivo do habitáculo. Do leque de atributos do modelo fazem ainda parte o tecto panorâmico; o carregamento por indução para smartphones; o sistema de infoentretenimento Sync 3 com ecrã táctil de 8” e hotspot integrado; o novo painel de instrumentos digital configurável de 12,3”; ou o sistema de som Bang & Olufsen com dez altifalantes e subwoofer externo e amplificador de 575 Watt.

Entre os níveis de equipamento, destaque para as opções ST-Line e o Titanium. No primeiro caso, a inspiração mais desportiva é comprovada por solução como as jantes em liga de 18” (de 19” em opção); a opcional suspensão desportiva, com molas e amortecedores específicos; a grelha frontal com elementos em preto mate e moldura brilhante; os faróis de nevoeiro com moldura brilhante; o também opcional deflector traseiro de maiores dimensões, montado no topo do tejadilho; o volante com secção inferior plana e costuras vermelhas; os opcionais bancos parcialmente em pele; ou a pedaleira metálica, entre outros. Já o Titanium conta com jantes em liga maquinadas de 18” e desenho exclusivo; elementos cromados na grelha, saias laterais e faróis de nevoeiro; difusor traseiro; molduras das janelas em preto brilhante; volante com efeito de couro; aplicações em imitação de madeira no painel de instrumentos; e inserções exclusivas em tecido nos painéis ineriores das portas.

Quanto à gama de motores, a Ford anuncia que o novo Puma será proposto com diversas opções, como a EcoBoost a gasolina (1.0 de 125 cv) e a turbodiesel EcoBlue (ainda não especificada, mas combinada com uma nova caixa pilotada de dupla embraiagem e sete velocidades), pelo que o destaque, aqui, vai para a unidade 1.0 EcoBoost com tecnologia EcoBoost Hybrid, assente num motor de arranque/alternador integrado com 11,5 kW, numa bateria de iões de lítio e num sistema eléctrico de 48 Volt. Disponível em versões de 125 cv e 155 cv, e dotado de sistema de desactivação de cilindros, este motor mild hybrid anuncia um consumo combinado de 5,4 l/100 km e de 5,6 l/100 km, respectivamente,

Por fim, o cada dia mais importante domínio dos sistemas de assistência à condução. Com doze sensores ultrassónicos, três radares e duas câmaras, o Puma pode dispor de cruise control adaptativo com função stop & go; sistema de leitura de sinais de trânsito; assistente à manutenção na faixa de rodagem; notificações de perigos na estrada (garantidas pelo modem integrado); câmara traseira panorâmica; monitorização do ângulo morto com alerta de tráfego cruzado; sistema de estacionamento automático; assistente de máximos; travagem autónoma de emergência com detecção de peões; travagem pós-colisão; assistente de manobras evasivas (na iminência de uma colisão, assiste nos movimentos da direcção para ajudar a evitar um potencial embate); e alerta de sentido proibido (A câmara montada no pára-brisas e a informação do sistema de navegação permite avisar os condutores, através de alertas sonoros e visuais, de que estão a entrar numa via de acesso a uma autoestrada com dois sinais de sentido proibido).

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

    Deixe uma resposta

    3 × 4 =

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.