CompararComparando ...

Novo Ioniq 5 no Verão com mais de 480 km de autonomia

Artigo
Novo Ioniq 5 no Verão com mais de 480 km de autonomia

Foi, finalmente, revelado o Ioniq 5, primeiro modelo da nova submarca da Hyundai, cuja gama será composta na íntegra por modelos de propulsão exclusivamente eléctrica (saiba mais aqui). Enquanto “primogénito” da família, o Ioniq 5 identifica, desde já, as principais referências que também caracterizarão os seus “irmãos” Ioniq 6 e Ioniq 7, nomeadamente em termos de performance e tecnologia, aquelas que definem o rumo escolhido pelo fabricante sul-coreano na sua missão de redefinir o estilo da mobilidade eléctrica assente em atributos sustentáveis e inovadores.

Elemento fundamental, a nova plataforma modular E-GMP (saiba mais aqui), criada pelo Grupo Hyundai para modelos 100% eléctricos, a qual garante ao Ioniq 5 não só uma generosa distância entre eixos de 3000 mm, como a adopção de um design inovador, só possível numa proposta deste género. Segundo os seus criadores, o estilo distancia-se das normas do passado e assenta numa nova liberdade criativa, que evoca a postura atrevida do Pony (primeiro modelo de produção em série da Hyundai), nomeadamente de perfil, e destaca o percurso do fabricante de Seul neste domínio ao longo de 45 anos: uma redefinição de um design intemporal, tema que irá sendo desenvolvido à medida que se alargue a gama da Ioniq.

Em concreto, merecem destaque neste novo crossover o primeiro capot do tipo “concha” da Hyundai (reduz ao mínimo as folgas entre painéis, para optimizar a aerodinâmica); o pára-choques dianteiro de formato em “V”, no qual estão incorporadas as luzes de circulação diurna, que definem, a par dos farolins traseiros, a assinatura luminosa do Ioniq 5; os puxadores das portas escamoteáveis; o robusto pilar traseiro, inspirado no do protótipo 45 EV; ou as jantes de 20” aerodinamicamente optimizadas. Tudo isto complementado por novas proporções entre os vários volumes, para não destacar em demasia a ampla distância entre eixos.

Sendo esse um trunfo que tem naturais, e benéficas, implicações, nomeadamente no que à habitabilidade diz respeito, para o interior. Definido segundo o conceito Living Space, menção especial para a consola central móvel, baptizada como Universal Island, que pode deslizar para trás até um máximo de 140 mm, permitindo, em conjunto com o piso plano, uma maior liberdade de movimentos a bordo. Por seu turno, os bancos dianteiros reguláveis electricamente viram a sua espessura ser reduzida em 30%, o que também ajuda a aumentar o espaço disponibilizado aos passageiros traseiros.

Para a interacção dos passageiros com o automóvel, é proposto o dual cockpit, com painel de instrumentos totalmente digital de 12” e ecrã do sistema de infoentretenimento de igual dimensão, ambos profusamente configuráveis, assim como o head-up display com realidade aumentada, que promete transformar o pára-brisas num ecrã de visualização. Igualmente de série é o Hyundai SmartSense de nova geração, que integra dispositivos como o sistema de assistência à condução em auto-estrada HDA 2 (que faz aqui a sua estreia em modelos da Hyundai), a travagem de emergência com alerta de colisão frontal, a monitorização activa do ângulo morto, o assistente de velocidade inteligente, o alerta de atenção do condutor ou o assistente de máximos.

A sustentabilidade é outra das apostas do Ioniq 5, que recorre a diversos a materiais ecológicos, e construídos com materiais obtidos a partir de fontes sustentáveis (como garrafas de plástico recicladas, fibras de origem vegetal, lã natural, couro ecoprocessado com extractos vegetais, e tintas biológicas com extractos vegetais), utilizados nos bancos, no revestimento do tejadilho, ou nos forros das portas, do piso e do apoio de braços. De entre as nove cores exteriores disponíveis, cinco são inspiradas na natureza e exclusivas do Ioniq 5, sendo para o interior propostas três opções de cor.

Para animar o Ioniq 5 existem diversas configurações mecânicas: motor apenas traseiro, ou um motor traseiro e um dianteiro, e bateria com uma capacidade de 58 kWh ou 72,6 kWh, sendo a velocidade máxima sempre de 185 km/h. A versão mais dotada, com motor traseiro de 210 cv e 350 Nm, motor dianteiro de 95 cv e 255 Nm, tracção integral e bateria de 72,6 kWh, anuncia 5,2 segundos nos 0-100 km/h. Com a bateria de superior capacidade, a autonomia combinada, no ciclo WLTP, espera-se supere os 480 km.

De série é proposto o carregamento rápido a 400 Volt ou 800 Volt, sem necessidade de recurso a adaptadores ou componentes adicionais, já que o sistema recorre a uma tecnologia que faz funcionar o motor e o inversor para aumentar a potência. Assim, com um carregador rápido de 350 kW, o Ioniq 54 pode repor a carga da bateria de 10% para 80% em apenas 18 minutos, ou garantir uma autonomia de 100 km em não mais do que cinco minutos.

Predicado adicional do modelo, a função V2L, que permite carregar dispositivos eléctricos (bicicletas, trotinetes, equipamentos de campismo e outros, tanto em movimento como quando parado. Capaz de fornecer até 3,6 kW de potência, uma das suas tomadas está colocada sob os bancos traseiros, e é activada sempre que o veículo se encontra ligado; a outra foi instalada no exterior, permite, através de um conversor, carregar dispositivos de elevada potência, e fornece energia mesmo quando o veículo está desligado.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

10 + 19 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.