CompararComparando ...

Novo Nissan Qashqai com motores mild hybrid e e-Power

Artigo
Novo Nissan Qashqai com motores mild hybrid e e-Power

Depois de, numa primeira fase, ter revelado as primeiras imagens da nova geração do Qashqai (saiba mais aqui), pouco depois tendo mostrado um vislumbre do interior (saiba mais aqui), a Nissan liberta, agora, mais algumas informações relevantes acerca da gama de motores do modelo, que já se sabe contará com três opções electrificadas: uma a gasolina, com tecnologia mild hybrid, proposta em dois níveis de potência; e outra híbrida, que marcará a estreia na Europa da tecnologia e-Power, exclusiva da marca nipónica.

No primeiro caso, trata-se do conhecido motor 1.3 DIG-T, nas suas declinações de 140 cv e 160 cv. A primeira, com 240 Nm de binário, estará sempre combinada com uma caixa de velocidades manual de seis velocidades e tracção dianteira. A mais potente oferece 260 Nm com caixa manual de seis relações e tracção dianteira, ou 270 Nm quando conjugada com a tracção integral (com os modos de condução Standard, Eco, Sport, Snow e Off-Road), podendo, neste caso, dispor de transmissão manual ou da caixa Xtronic CVT, de transmissão contínua.

Comum a ambas, o sistema mild-hybrid de 12 Volt, denominado ALiS (Advanced Lithium-ion battery System) e com apenas 22 kg de peso, cujos principais predicados são permitir a activação do sistema start/stop a velocidades mais elevadas, um mais rápido rearranque do motor e uma desaceleração assistida (apenas com caixa Xtronic CVT). Em desaceleração, a energia recuperada através da regeneração é armazenada numa bateria de iões de lítio e posteriormente utilizada para ajudar nas acelerações, entre os 20-110km/h, mediante o fornecimento de 6 Nm adicionais, durante um máximo de 20 segundos.

Quanto à motorização e-Power, estreada no Japão há já algum tempo, com o Note, constitui uma evolução do sistema utilizado no automóvel mais vendido no mercado japonês, desde logo devido ao aumento de 108 cv para 190 cv da potência transmitida às rodas. Não obstante, o seu princípio de funcionamento mantém-se inalterado: composto por um motor eléctrico, uma bateria de alta tensão de elevada performance, um motor a gasolina (de 1,2 litros no Note, e de 1,5 litros, com taxa de compressão variável e 157 cv, no Qashqai), um gerador de energia e um inversor, este grupo motopropulsor distingue-se por ser o motor eléctrico o único a fazer mover as rodas, destinando-se a unidade térmica apenas a gerar electricidade, para recarregar a bateria.

Atributos do novo Qashqai e-Power, disponível apenas com tracção dianteira, serão, ainda, os modos de condução Standard, Sport e Eco; a função “B” da transmissão, destinada a incrementar a regeneração de energia em desaceleração; e o célebre e-Pedal, introduzido pelo Leaf, que, segundo a Nissan, permite conduzir o modelo apenas com o acelerador em 90% das situações. Neste particular, refira-se que, para as manobras de estacionamento, foi acrescentada uma nova função de “embraiagem”, tendo o pedal de travão que ser utilizado para parar o automóvel.

Qual é a sua reação?
Excelente
0%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

1 × 3 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.