CompararComparando ...

PSA com nova plataforma eVMP para automóveis eléctricos

Artigo
PSA com nova plataforma eVMP para automóveis eléctricos

eVMP: electric Vehicle Modular Platform – ou plataforma modular para veículos eléctricos, numa tradução livre. Foi este o nome de baptismo escolhido pelo Grupo PSA para identificar a sua nova plataforma destinada a automóveis eléctricos, a utilizar pelas várias marcas que o compõem, nas mais variadas regiões do globo e por modelos que se inserem nos segmentos C e D, isto é, compactos e de médio porte, de berlinas a SUV. As primeiras propostas criadas a partir desta base têm lançamento agendado para 2023.

Segundo o conglomerado gaulês, a plataforma eVMP concentra todo o seu conhecimento e experiência em termos de engenharia neste particular, pautando-se pela arquitectura optimizada para este género de veículos (permitindo explorar na plenitude o espaço inferior dos mesmos para acomodação da bateria), e pela capacidade para armazenar 50 kWh por metro disponível entre eixos. Na prática, poderá alojar baterias com entre 50-100 kWh de capacidade, que se traduzirão numa autonomia de 400-650 km no ciclo WLTP – estando ainda prevista a possibilidade de, em determinados mercados, dar origem a modelos híbridos.

Com a entrada em funções da plataforma eVMP, o construtor francês irá, de forma progressiva, passar de duas plataformas multienergias, como agora acontece, para duas plataformas totalmente electrificadas. O objetivo é, naturalmente, acompanhar da forma mais eficaz o esperado, e anunciado, desenvolvimento acelerado da mobilidade eléctrica.

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

18 − 17 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.