CompararComparando ...

Renovado Dacia Duster chega em Setembro

Artigo
Renovado Dacia Duster chega em Setembro

O Dacia Duster está no mercado desde 2010, e, desde então, vendeu já mais de 1,9 milhões de exemplares. Recebe, agora, uma actualização de meio de ciclo, que visa não só aproximar o seu visual da mais recente linguagem estilística da marca romena, como melhorar a sua aerodinâmica, logo, a eificiência de combustível, ao mesmo tempo que introduz melhorias relevantes também no habitáculo, no domínio da segurança e na mecânica.

Continuando a apontar tanto aos que procuram um SUV acessível, confortável e com uma imagem apelativa, como aos que buscam um 4×4 versátil e robusto, o renovado Duster chega ao mercado no próximo mês de Setembro e começa por distinguir-se pelo seu estilo mais contemporâneo, propondo, até, um novo tom de laranja para a cor da carroçaria. Em destaque, os elementos que corroboram a nova identidade visual do seu construtor, introduzida pelos novos Sandero, Sandero Stepway e Logan, de que são exemplo as novas ópticas dianteiras por LED. com luzes diurnas em forma de “Y” e assistente de máximos de série em todas as versões; a nova grelha frontal cromada com elementos tridimensionais; e os farolins igualmente por LED, também com a nova assinatura luminosa da marca, Este é, ainda, o primeiro Dacia a contar com “piscas” dianteiros por LED.

No interior,  referência primeira para a nova consola central sobrelevada, com um apoio de braços retráctil que se desloca até 70 mm, e para o novo ecrã de 8” de comando do sistema de infoentretenimento, disponível em duas versões: Media Display (seis colunas, rádio digital DAB, Bluetooth, duas tomadas USB, ligações Apple CarPlay e Android Auto, e comandos vocais) e Media Nav (acrescenta a navegação e as ligações Apple CarPlay e Android Auto sem fios). Em determinados níveis de equipamento, existem, ainda, duas tomadas USB adicionais na traseira.

Os bancos contam com novos revestimentos e novos encostos de cabeça, sendo de série em todas as versões o computador de bordo, o limitador de velocidade e o volamte multifunções, passo que as variantes mais equipadas dispõem, ainda, de ar condicionado automático com monitor digital, cruise-control, bancos dianteiros aquecidos e acesso e arranque sem chave. De referir que, quando dotado de tracção integral, o Duster adiciona à instrumentação da versão de tracção dianteira o inclinómetro, o. indicador do ângulo de inclinação, a bússola e o altímetro.

A propósito da capacidade do Duster para enfrentar outros pisos que não apenas o asfalto, refira-se a altura ao solo de 217 mm na versão de tracção dianteira, e de 214 mm na de tracção ás quatro rodas; o ângulo de ataque de 30°; o ângulo de saída de 34° na versão de duas rodas motrizes, e de 33° na versão de quatro rodas motrizes; e o ângulo ventral de 21°. Quando dotado de tracção integral, o Duster monta de série pneus de baixa resistência ao rolamento, enquanto que as versões 4×4 recorrer a pneus com a marcação 3PMSF, o que dispensa o recurso a pneus de inverno nas regiões quando as condições climatéricas são mais rigorosas.

Quanto às motorizações, a unidade turbodiesel dCi de 115 cv está disponível com tracção dianteira ou integral, sempre com caixa manual de seis velocidades. A oferta a gasolina é mais vasta, incluindo as opções TCe de 90 cv e de 130 (tracção dianteira e caixa manual de seis velocidades), e TCe de 150 cv (tracção dianteira e caixa pilotada EDC de dupla embraiagem e seis velocidades, ou tracção total e caixa manual de seis velocidades).

Como não poderia deixar de ser, o Duster também é proposto numa derivação bifuel, apta a consumir gasolina e GPL, denominada ECO-G, com 100 cv de potência, caixa manual de seis velocidades e tracção dianteira, e em que a capacidade do depósito de GPL aumentou 50%, ou 16,2 litros, para um total de 49,8 litros. Significa isto que a autonomia máxima anunciada passou para 1235 km, isto é, mais 250 km do que anteriormente, por via dos 50 litros de capacidade do depósito de gasolina.

Nota, igualmente, para os sistema de assistência à condução, com o Duster a oferecer, em todas as versões, o limitador de velocidade e o controlo electrónico de estabilidade de última geração. Nas unidades mais equipadas, é possível dispor de cruise control, monitorização do ângulo morto (actibo entre os 30-140 km/h), sensores de estacionamento, câmara de estacionamento traseira com linhas dinâmicas, assistente aos arranques em plano inclinado, controlo electrónico de descidas (funciona em primeira velocidade ou marcha-atrás, entre os 5-30 km/h), ou visão panorâmica de 360°, a cargo de quatro câmaras e funcional até aos 20 km/h.

Qual é a sua reação?
Excelente
67%
Adoro
11%
Gosto
22%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.