CompararComparando ...

VW Arteon ganha versão Shooting Brake e opções híbrida e desportiva

Artigo
VW Arteon ganha versão Shooting Brake e opções híbrida e desportiva

Já foi revelada pela VW a mais recente geração do Arteon, modelo que, desde 2017, ocupa o lugar de topo da sua oferta, e agora recebe uma profunda actualização, a qual, passa, inclusivamente, pela adição de uma nova variante de carroçaria – a carrinha Arteon Shooting Brake –, e das igualmente inéditas opções híbrida plug-in e desportiva “R”. O modelo é esperado em Portugal em Novembro, embora algumas versões só cheguem cerca de um mês depois, e os preços apenas serão conhecidos lá mais para o final do Verão.

Como não espantará, a grande novidade do renovado topo de gama da VW é a introdução da carrinha, com as duas declinações de carroçaria a apresentarem o mesmo comprimento exterior (4,87 m), mas sendo a Arteon Shooting Brake mais alta 19 mm. Tal acontece porque, como é hábito nestes casos, é a partir dos pilares centrais que os dois modelos mais se diferenciam, adoptando o tejadilho uma quebra mais acentuada em direcção à traseira no Arteon, ao estilo coupé, sendo mais prolongado na Arteon Shootin Brake, e terminando num deflector integrado no topo do portão traseiro.

Face ao modelo anterior, é a secção dianteira aquela que maiores modificações recebe, contando, agora, com uma faixa de luz contínua, barras cromadas e novas tomadas de ar inferiores,  e ainda com um capot com grelha de grandes dimensões integrada. Outro elemento a ter em conta, a exclusiva assinatura luminosa por LED, tanto na frente como na traseira.

O interior foi amplamente redesenhado, apresentando novas saídas de ventilação, um novo volante multifunções e a mais recente geração do sistema de infoentretenimento MIB3 da VW – fazendo parte da lista de opções elementos, também novos, como a  iluminação ambiente configurável em trinta cores, o sistema de som Harman Kardon com 700 Watt ou a integração sem fios das ligações Apple CarPlay e Android Auto. A generosa habitabilidade não sofreu alterações de maior, ainda que seja ligeiramente mais ampla em altura atrás na carrinha, ao passo que a capacidade da mala varia entre 563-1557 litros no Arteon, e entre 565-1632 litros na Arteon Shooting Brake.

Assente na plataforma MQB, o renovado Arteon também apresenta substanciais novidades no capítulo dos motores. Entre os propulsores ditos “convencionais”, a gasolina, estão disponíveis o 1.5 TSI de 150 cv (caixa manual de seis velocidades e tracção dianteira), o novo 2.0 TSI de 190 cv e 320 Nm (caixa pilotada DSG de dupla embraiagem e sete relações, e tracção dianteira) e 2.0 TSI de 280 cv (caixa DSG de sete velocidades e tracção integral). A oferta Diesel é composta pela mais recente geração do afamado 2.0 TDI, sempre combinado com a caixa DSG7, nas suas declinações de 150 cv (tracção dianteira) e 200 cv (tracção dianteira ou integral).

Contudo, neste particular, o foco tenderá a estar nos novos Arteon eHybrid e Arteon Shooting Break eHybrid, as versões híbridas plug-in da família, animadas pela mesma mecânica conhecida do Passat GTE (a este propósito, refira-se que, a partir de agora, este tipo de proposta, na gama da VW, passará, progressivamente, a ser identificada pela sigla eHybrid). Ou seja: motor 1.4 TSI a gasolina de 156 cv combinado com um motor eléctrico de 115 cv, para uma potência combinada de 218 cv, sendo a caixa DSG de seis velocidades e a tracção dianteira. Por seu turno, a bateria de iões de lítio, com 136 kWh de capacidade, será suficiente para assegurar uma autonomia superior a 54 km no modo totalmente eléctrico.

Por fim, mas não menos importante, os novos Arteon R e Arteon Shooting Brake R, as variantes mais aguerridas da gama. Animadas pelo motor 2.0 TSI, na sua derivação de 320 cv e 420 Nm, contam, ainda, com caixa DSG7, tracção integral 4Motion, o novo sistema de vectorização de binário R-Performance Torque Vectoring (que gere a repartição do binário não só entre os dois eixos, como entre as rodas traseiras) e suspensão com amortecimento pilotado DCC. Outros elementos distintivos são as jantes de 20”, as pinças de travão azuis, as ponteiras de escape de formato trapezoidal e o exclusivo tom de azul da pintura exterior.

 

 

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

9 − 4 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.