CompararComparando ...

Novo BMW Série 4 Coupé já é oficial. No mercado em Outubro

Artigo
Novo BMW Série 4 Coupé já é oficial. No mercado em Outubro

O próximo mês de Outubro foi o escolhido pela BMW para lançar comercialmente a agora revelada nova geração do Série 4 Coupé. Modelo que, logo à partida, promete criar maior distanciamento face à berlina Série 3 com que partilha a plataforma e base mecânica, seja em termos de estilo, seja num foco mais acentuado na eficácia dinâmica e no prazer de condução.

Visualmente, a casa bávara destaca a frente mais agressiva, dominada pela tradicional grelha de duplo rim mais proeminente e montada em posição mais vertical, as proporções típicas de um coupé. A linha de tejadilho descendente, as ópticas dianteiras por LED propostas de série em todas as versões (por LED adaptativas e por laser em opção) e os farolins traseiros escurecidos em forma de “L”. Ao mesmo tempo, foi dispensada atenção especial à aerodinâmica no sentido de reduzir a sustentação do eixo traseiro.

A concepção do habitáculo está centrada no condutor, com o ecrã de comando do sistema de infoentretenimento a poder contar com ecrã até 10,25”, sendo opcional o painel de instrumentos totalmente digital de 12,3”. Aqui, há que contar, ainda, com o volante desportivo em pele de novo desenho, e com bancos desportivos de nova concepção, ambos propostos de série, sendo os apoios para os joelhos montados na consola central uma opção. Mais uma vez com apenas dois lugares atrás, o interior oferece, igualmente, um superior isolamento térmico e acústico, em parte graças ao ar condicionado de três xonas e aos vidros acústicos oferecidos de série, passando o tecto panorâmico a contar com mais 24 mm de comprimento.

Quando do lançamento, o novo Série 4 Coupé será proposto com cinco motorizações, quatro delas de quatro cilindros (duas a gasolina, duas a gasóleo), e ainda uma de seis cilindros em linha a gasolina – a que se juntarão, em Março de 2021, duas novas opções turbodiesel de seis cilindros em linha. Todos os motores a gasóleo contam com sobrealimentação de duplo estágio e tecnologia mild hybrid, a cargo do motor de arranque/alternador integrados e do sistema eléctrico de 48 Volt, capaz de disponibilizar 11 cv adicionais no início das acelerações (sistema presente também no seis cilindros a gasolina).

Comum a todas as versões é, também, a caixa automática Steptronic de oito velocidades, sendo opcional a transmissão Steptronic Sport com a nova função Sprint, capaz de assegurar recuperações ainda mais céleres. A tracção integral é obrigatória em todas as variantes excepto na mais acessível das Diesel e nas animadas pelos motores de quatro cilindros a gasolina.

A oferta do novo Série 4 Coupé inicia-se, assim, com o 420i Coupé, animado pelo quatro cilindros em linha de 2,0 litros, 184 cv e 300 Nm, apto a cumprir os 0-100 km em 8,5 segundos e a alcançar uma velocidade máxima de 240 km/h. Segue-se o 430i Coupé, que recorre à versão de 258/ cv e 400 Nm deste mesmo motor, e que anuncia 5,8 segundos nos 0-100 km/h e velocidade máxima limitada a 250 km/h. No topo da gama estará o novíssimo M440i XDrive Coupé, sub cujo capot está o seis cilindros cilindros em linha de 3,0 litros, 374 cv e 500 Nm, capaz de lhe permitir cumprir os 0-100 km/h em 4,5 segundo, para uma velocidade máxima electronicamente limitada a 250 km/h.

As opções Diesel começarão a ser asseguradas pelo 420d Coupé, que monta o motor 2.0 de quatro cilindros em linha, com 190 cv e 400 Nm, para uma aceleração 0-100 km/h cumprida em 7,1 segundos e uma velocidade máxima de 240 km/h. O mesmo propulsor surge instalado no 420d xDrive Coupé, que se distingue, essencialmente, por dispor de tracção total, sendo que, aqui, 7,4 segundos são os necessários para cumprir os 0-100 km/h, sendo a velocidade máxima de 238 km/h. Em Março de próximo ano chegarão, então, as versões animadas pelo seis cilindros turbodiesel de 3,0 litros: 430d xDrive Coupé (286 cv, 650 Nm, 5,2 segundos nos 0-100 km/h e 250 km/h de velocidade máxima) e M440d xDrive Coupé (340 cv, 700 Nm, 4,7 segundos nos 0-100 km/h e 250 km/h de velocidade máxima).

Para um desempenho dinâmico ainda mais acutilante, o novo Série 4 Coupé conta com uma estrutura optimizada, evoluídas solução ao nível das ligações ao solo e elementos específicos destinados a incrementar a rigidez estrutural. O centro de gravidade é 21 mm mais baixo, e a via traseira 23 mm mais larga, do que no novo Série 3; a repartição do peso é de 50% para cada eixo; e o amortecimento conta com afinação específica.

No que às principais opções que permitem aprimorar ainda mais o comportamento, menção para a suspensão M Sport (com amortecedores, casquilhos e barras estabilizadoras ainda mais firmes, e em que também se incluem reforços adicionais da estrutura e a direcção desportiva variável); para a suspensão adaptativa M, com amortecimento pilotado; para os travões M Sport, com pinças vermelhas ou azuis; e para o diferencial traseiro autoblocante M Sport.

 

 

 

Qual é a sua reação?
Excelente
100%
Adoro
0%
Gosto
0%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Sobre o autor
António de Sousa Pereira
Absolute Motors é um projecto de informação essencialmente dedicado à área dos motores, com particular foco nos sectores dos automóveis e das motos, mas sem prejuízo de cobrir qualquer outra área de interesse manifesto para os seus leitores.
Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

4 + 7 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.